Rotas turísticas irão compor site de turismo da Serra Catarinense

Os atrativos de cinco rotas turísticas da região serão os primeiros a compor um novo site turístico que deverá ser lançado em novembro.
 
Da AMURES,
Lages/SC  

Coxilha Rica é uma das rotas turísticas que irão compor site. (Foto: MSM
Imagens Aéreas)

Numa parceria da Amures e Sebrae de Lages, está sendo retomado o fortalecimento do turismo regional e a organização de novos produtos turísticos para a Serra Catarinense. Cinco Rotas Turísticas denominadas: Rota Cervejeira, Rota Histórico Cultural do Centro de Lages, Rota Coxilha Rica, Rota Pedras Brancas e Rota Bom Jardim da Serra.

Os atrativos serão os primeiros a compor um novo site turístico que deve estar disponível ao público geral em novembro. De acordo com a assessora de turismo do Sistema Amures, Ana Vieira, o portal será a vitrine comercial do turismo com abrangência aos 18 municípios.

Uma reunião na tarde desta terça-feira (23), na fazenda Lua Cheia na Coxilha Rica, de propriedade de Sônia Ramos, discutiu as etapas da implementação da rota daquela região. Participaram das tratativas, o gerente regional do Sebrae Altenir Agostini e as consultoras em marketing e turismo Márcia Godinho e Tania Brizolla.
O que explicou Ana Vieira é que o site turístico deve atender as expectativas não apenas dos turistas, mas de operadores turísticos e agentes de viagens. “Queremos atingir o público final e os intermediários que comercializam nossos produtos e organizam viagens. Com isso vamos mostrar que a Serra Catarinense tem bons produtos e grandes atrativos turísticos”, reitera Ana Vieira.

O lançamento do site de turismo acontecerá em data a ser confirmada em novembro, durante um Webinar (videoconferência com fins comerciais), da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo – Braztoa.
 
Identificação de produtos turísticos
 
Para o gerente regional do Sebrae, Altenir Agostini, neste primeiro desafio se buscará identificar os produtos turísticos da região. “Sabemos que a região tem inúmeros atrativos, mas quais produtos estão realmente prontos para receber o turista? Nosso foco será de geração de negócios”, frisou ao grupo de trabalho.
Ele destaca a importância nesse processo, das visitas aos equipamentos para definir as conexões que podem ser firmadas entre os diferentes produtos turísticos. E reconhece como estratégica, a participação dos gestores municipais de turismo nesse projeto que busca fortalecer o turismo integrado e regional.

A consultora Márcia Godinbo, explicou que está em fase de montagem um menu dos produtos e equipamentos turísticos que integrarão as rotas. A consultoria focará também, no empreendedor para que tenha clareza do perfil do público. E buscará implementar ainda, uma rede de cooperação entre os diferentes equipamentos.

A também consultora Tania Brizolla, citou as rotas que estão sendo constituídas como modelos para outros projetos similares na região. E coloca como maior desafio, a organização e a comercialização dos produtos. “Temos de ter a clareza de que turismo é uma atividade coletiva e essencialmente privada, onde um complementa o outro e exige que se goste de pessoas” frisou.

A equipe de consultoria contratada pelo Sebrae está percorrendo a região e visitando os equipamentos turísticos há pelo menos dois meses e deve permanecer na região até início de 2021, quando as primeiras rotas estiverem consolidadas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’