Força de Segurança atua na fiscalização e cumprimento dos Decretos em Lages para o combate e prevenção da Covid-19


Diversos estabelecimentos foram vistoriados em diferentes pontos da cidade. Pessoas flagradas sem máscara e aglomeradas receberam notificações.

Por FLÁVIO FERNANDES,
Lages/SC

Foto: Flavio Fernandes / Divulgação


Durante a noite desta sexta-feira (28 de agosto) e madrugada de sábado (29), a Força de Segurança do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento ao Coronavírus, composta pela Defesa Civil Municipal, Vigilância Sanitária, Diretran, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar, intensificou a fiscalização em Lages. A ação visa o cumprimento do Decreto nº 18.146, de 21 de agosto, que estabelece as normas para o funcionamento de estabelecimentos em diferentes segmentos econômicos.

No Centro de Lages, logo nas primeiras vistorias, um bar foi interditado pela Vigilância Sanitária, por não possuir a documentação necessária para o funcionamento. O estabelecimento só poderá reabrir quando a situação estiver devidamente regularizada junto aos órgãos competentes.

No bairro Copacabana, a Força de Segurança constatou que um supermercado adotou um protocolo de segurança, limitando a quantidade máxima de clientes no interior da loja, para evitar aglomerações. Apesar disso, colaboradores do estabelecimento relataram à equipe de fiscalização que é preciso orientar constantemente alguns clientes que insistem em desrespeitar as regras de distanciamento social e uso de máscara.

As vistorias se estenderam durante a madrugada. No bairro São Sebastião, um bar foi fechado por não respeitar o horário limite de funcionamento, até às 23 horas. O proprietário do estabelecimento recebeu o auto de infração, com multa prevista de R$ 3.540, correspondente a 10 Unidade Fiscal do Município de Lages (UFML). No local, 12 pessoas foram notificadas por aglomeração, com multa de R$ 354,00 (cada). A Polícia Militar também emitiu Termos Circunstanciados para todos os envolvidos.

Já no bairro Restinga Seca a equipe da Força de Segurança recebeu uma denúncia de um evento com churrasco e bebidas alcóolicas em uma residência. Chegando ao local foi confirmada a situação e a Policia Militar emitiu um Termo Circunstanciado para a proprietária do imóvel.

O secretário executivo de Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza, salienta que a Força de Segurança voltará às ruas de Lages neste sábado e domingo (29 e 30 de agosto) para mais serviços de fiscalização. “Vamos continuar com esse trabalho de fiscalizar e orientar a população, mas cada um deve ser fiscal de si, só assim nós vamos conseguir o êxito lá na frente nessa batalha contra o Coronavírus”, acrescenta.

A sociedade pode auxiliar a Força de Segurança fazendo denúncias de descumprimento aos decretos municipal e estadual que estão em vigor, pelos números 199 (Defesa Civil), 98406-4037 (Plantão da Defesa Civil) e 190 (Policia Militar).

Penalidades previstas   

As pessoas que não utilizam as máscaras de proteção podem ser multadas em R$ 354 (cada), valor correspondente a Unidade Fiscal do Município de Lages (UFML), e o proprietário do estabelecimento multado em R$ 3.540.

*Com colaboração de Ari Junior

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’