Corpo de vítima desaparecida desde o ciclone é encontrado e total de mortes chega a 10


O corpo do homem foi encontrado em Brusque, no Rio Itajaí Mirim a cerca de 700 metros de distância da ponte pênsil onde ele caiu.
                                             
Lages/SC        

📷 Corpo de Bombeiros / Divulgação

O número de mortes causadas pelo ciclone bomba que passou na última terça-feira (30) por Santa Catarina subiu para 10, após o Corpo de Bombeiros localizar o corpo de um homem de 28 anos que havia caído de uma ponte pênsil durante a passagem do ciclone por Brusque, no Vale do Itajaí, e estava desaparecido desde então.

O corpo do homem foi encontrado na manhã deste sábado, 4, por volta das 09h45, preso em galhos, a cerca de 700 metros de onde ocorreu o acidente.

Participaram das buscas mergulhadores e dois binômios – dupla entre bombeiro militar e cão de busca, sendo o sargento Jacques Romão e o cão Bravo, de Blumenau, e também o cabo Carlos de Souza e a cadela Zaara, de Brusque.

Buscas em Canelinha

Desde o ciclone, o Corpo de Bombeiros emprega equipes de mergulhadores para realizar buscas no rio Tijucas, em Canelinha, onde uma pessoa segue desaparecida.



CICLONE EM SC



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do músico Guilherme Steffen é encontrado no Guará, em Lages

Inscrições para cursos técnicos gratuitos no IFSC de Lages estão abertas

Binômio (cão e bombeiro) de Xanxerê já está em Lages e auxilia nas buscas por Guilherme Steffen