Centro de Triagem para a Covid-19 já atendeu 3.321 pessoas, somente no mês de Julho


Desde a sua abertura até este domingo (26) foram atendidas 6.011 pessoas no local.
                                                     
Por ARI JUNIOR da ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Reprodução / Facebook

Ainda faltam cinco dias para acabar o mês de Julho, mas o Centro de Tiragem para a Covid-19, instalado no antigo Pronto Atendimento Tito Bianchini, no Centro, já atendeu até este domingo (26 de julho) 3.321 pessoas. Este foi o mês, até o momento, desde a sua abertura em Março, com o maior número de atendimentos prestados por este equipamento de saúde pública, no combate e prevenção ao novo Coronavírus.

O Centro de Triagem para a Covid-19 foi montado pela Prefeitura de Lages, por meio da Secretaria da Saúde, em parceria com a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), demais entidades, órgãos e iniciativa privada. Desde a sua abertura até este domingo (26) foram atendidas 6.011 pessoas no local. “Para se ter uma ideia da evolução do Coronavírus em Lages e na região em março atendemos 61 pessoas, em abril 708, em maio uma pequena redução, foram atendidas 632 pessoas, em junho 1.289 e em julho disparamos para 3.321 atendimentos até o momento”, analisa o prefeito Antonio Ceron.  

O atendimento no Centro de Triagem é realizado 24 horas por dia, em sistema de turnos pelos profissionais da Saúde que ali atuam. Estão à disposição leitos para cuidados intermediários e leitos com respiradores para os casos mais graves. O Centro de Triagem é uma referência na região Serrana.

O secretário municipal da Saúde, Claiton Camargo de Souza, lembra que no Centro de Triagem são atendidos pacientes que apresentam sintomas do novo Coronavírus e até outras doenças com sintomas semelhantes, mas que acabam sendo descartados para a Covid-19.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’