Governo de Santa Catarina monitora situação da nuvem de gafanhotos


A nuvem com milhares de gafanhotos está na Argentina próximo à fronteira com o Brasil.  

Lages/SC

📷 Nuvem de gafanhotos vista em plantação no interior da Argentina. (Foto: Governo
de Córdoba, Argentina / Divulgação)

Nesta quarta-feira, 24, o Governo de Santa Catarina realizou a primeira reunião de trabalho para planejar ações de resposta, diante da possibilidade, mesmo que remota – segundo especialistas – de  ingresso da nuvem de gafanhotos migratórios que está em deslocamento no território argentino, próximo à fronteira com o Brasil. A reunião foi de forma virtual e contou com a participação de representantes da Defesa Civil Estadual (DCSC), Epagri, Cidasc, Secretaria de Estado da Agricultura e Corpo de Bombeiros Militar.


Segundo o Governo do Estado, a tendência climática para os próximos dias indica que os ventos favorecem o afastamento da nuvem de gafanhotos do território brasileiro, além da chegada de uma frente fria nos próximos dias que pode contribuir ainda mais para a redução do risco, pois a espécie necessita de temperaturas acima dos 25 graus para se manter ativa. A chuva também poderia provocar a morte dos insetos.

De acordo com os entomologistas da Epagri, Santa Catarina esteve de certo modo mais “ameaçada” pela nuvem no início deste mês quando ela passava pela Argentina próximo à fronteira com o Paraguai. Atualmente a nuvem está em território argentino, mais próximo de Uruguaiana, no Sudoeste do Rio Grande do Sul.

O Governo do Estado ainda orienta que os agricultores não precisam tomar medidas extremas como aumentar o uso de agrotóxicos, pois isso, poderia ocasionar danos ao meio ambiente assim como também afetar outras espécimes polinizadoras e que caso exista a necessidade, a Defesa Civil e a Secretaria de Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural irão emitir alertas para os agricultores e profissionais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Grave acidente deixa cinco pessoas feridas em Lages

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho