Após divergências em resultados de 12 pacientes, Prefeitura de Lages suspende aplicação de testes rápidos


Doze pacientes tiveram aplicados os testes rápidos pela Secretaria Municipal de Saúde o qual testou positivo e posteriormente fizeram em laboratório particular o qual atestou negativo para a Covid-19.

Do LD,
Lages/SC



A Prefeitura de Lages, através da Secretaria Municipal de Saúde comunicou no fim da tarde desta sexta-feira, 5, que irá suspender, por determinação do prefeito Antonio Ceron, a realização da aplicação de testes rápidos para a Covid-19 e os motivos são os relatos de 12 pacientes que tiveram resultados divergentes entre os testes aplicados pela Secretaria Municipal de Saúde e os testes aplicados em laboratório particular.


Em nota de esclarecimento, a Secretaria Municipal de Saúde pontuou que os testes rápidos que começaram a ser aplicados na última segunda-feira (1º) em vários profissionais de diversas áreas foram fornecidos por uma empresa que é devidamente credenciada junto ao Ministério da Saúde e que os testes seguem todas as exigências técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que a empresa já foi intimada para estar em Lages no início da próxima semana para prestar os devidos esclarecimentos.

Os pacientes fizeram testes rápidos aplicados pela Secretaria Municipal de Saúde no Centro de Triagem Tito Bianchini, no Centro de Lages, e o resultado apontado foi positivo para a Covid-19. Posteriormente, eles fizeram testes em laboratório particular, e o resultado apontado neste teste do laboratório foi negativo, foram esses relatos que levaram o prefeito Antonio Ceron assim que tomou conhecimento da situação à suspensão dos testes.

Confira à íntegra da nota de esclarecimento da Prefeitura de Lages:

A Secretaria da Saúde de Lages esclarece que os dois mil testes rápidos foram adquiridos como mais uma estratégia do Município para o combate à pandemia de Coronavírus. Os exames estão sendo aplicados em profissionais de diversas áreas e casos monitorados desde a última segunda, dia 1º. A empresa que forneceu os produtos é devidamente credenciada pelo Ministério da Saúde e os testes seguem todas as exigências técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), maior autoridade sanitária do Brasil.

O objetivo da testagem é isolar possíveis casos confirmados para evitar uma eventual proliferação do vírus. Na tarde desta sexta-feira, dia 5, tão logo tomou conhecimento da divergência de resultados em 12 cidadãos que fizeram o teste rápido no Centro de Triagem Tito Bianchini e, posteriormente, em laboratório particular, o prefeito Antonio Ceron determinou a suspensão imediata dos testes e intimou a empresa fornecedora a estar em Lages já no início da próxima semana para prestar os devidos esclarecimentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’