Hospitais filantrópicos de Santa Catarina irão receber R$ 28 milhões


Recursos são provenientes do auxílio financeiro emergencial do Ministério da Saúde para hospitais filantrópicos e 75 santa casas no Estado.

Por SILVIANE MANNRICH da ASSESSORIA
DA DEPUTADA CARMEN ZANOTTO,
Lages/SC

📷 Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados

O Ministério da Saúde liberou a auxílio financeiro emergencial de R$ 28 milhões para 75 santas casas e hospitais filantrópicos de Santa Catarina que atendem o Sistema Único de Saúde (SUS) e estão no plano de contingência para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. A portaria n⁰ 1.393 foi publicada nesta sexta-feira (22), no diário Oficial da União e garante o pagamento da primeira parcela no valor de R$ 340 milhões, de acordo com a Lei 13.995 que prevê a transferência de R$ 2 bilhões da União para essas instituições no Brasil todo.

A deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC) destaca que “esses recursos vão ajudar no custeio dos hospitais para que possam ampliar o atendimento aos pacientes e garantir os materiais e equipamentos de proteção necessários para os trabalhadores neste momento de pandemia”.

Os valores devem ser utilizados na aquisição de medicamentos, materiais hospitalares, na realização de pequenas reformas e adaptações físicas para aumento da oferta de leitos de terapia intensiva. E ainda, auxiliar nas despesas com o pagamento dos profissionais da saúde.

Os recursos serão pagos em parcela única e as secretarias municipais e estaduais terão até cinco dias úteis para fazerem a transferência aos hospitais por conta bancária.

"Essa também foi uma das lutas da Comissão Externa de Enfrentamento do Coronavírus que tem trabalhado diariamente para garantir as ações de combate a essa pandemia e minimizar os efeitos na nossa população", ressalta Carmen Zanotto que é relatora da Comissão.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Grave acidente deixa cinco pessoas feridas em Lages

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho