Santa Catarina registra menos feminicídios e latrocínios no primeiro trimestre de 2020


Os dados se referem ao período de 1º de janeiro a 6 de abril.
Houve queda também de roubos e furtos durante o período da quarentena.

Por LD,
Lages/SC

📷 Ricardo Wolffenbüttel / SECOM

O número de feminicídios e de latrocínios em Santa Catarina caíram no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 7, pela Gerência de Estatística e Análise Criminal (GEAC/DINI/SSP/SC).

Segundo o GEAC, os crimes de feminicídio de 1º de janeiro até ontem, 6 de abril, foram cometidos 16 crimes do gênero em Santa Catarina. Dois a menos do que o registrado no mesmo período do ano passado. Já no crime de latrocínios (roubo seguido de morte), os dados mostram que houve uma redução de 55% em relação ao ano passado. Foram quatro casos registrados neste ano ante nove registrados em 2019.

As polícias Civil e Militar desde a implantação do Decreto 515, em 17 de Março, para garantir o cumprimento do isolamento social em Santa Catarina em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19),  colocaram os seus efetivos nas ruas, sendo 1.166 e 1.300, respectivamente, somando 2.466 policiais nas ruas preparados para atenderem a qualquer tipo de ocorrência, não somente relacionadas às medidas restritivas do isolamento.

O Estado também registrou um menor número de roubos e furtos durante o período de isolamento. Sendo registrados 289 em 2019, e neste ano, o número caiu para menos da metade: 100 a todo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’