Números foram divulgados em novo boletim no fim da tarde desta quarta-feira (25).

Por LD,
Lages/SC



O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, divulgou nesta quarta-feira, 25, mais um boletim atualizado sobre os números do novo coronavírus (Covid-19) no Estado. O número de casos confirmados passou de 109 para 122 e os casos suspeitos teve um decréscimo de 336 para 325 casos que seguem aguardando resultados dos exames no Laboratório Central (Lacen/SC) em Florianópolis.

Segundo o governo do Estado, 47% dos casos confirmados são de pessoas do sexo masculino e os outros 53% são do público feminino. A faixa-etária mais acometida é a de idosos acima dos 60 anos, mas não apenas é a única atingida, tendo também pacientes de outras idades. 

De acordo com Carlos Moisés, o isolamento social tem sido uma importante medida visando diminuir a proliferação do coronavírus no Estado e isso pode ser visto na evolução dos casos confirmados que têm sido de forma mais pequena e também na diminuição no número de casos suspeitos pelo segundo dia consecutivo.

Confira os 28 municípios que contam com casos confirmados:

·        Balneário Arroio do Silva: 01
·        Balneário Camboriú: 07
·        Blumenau: 09
·        Braço do Norte: 09
·        Camboriú: 02
·        Canelinha: 01
·        Chapecó: 02
·        Criciúma: 11
·        Florianópolis: 16
·        Gaspar: 01
·        Gravatal: 03
·        Içara: 01
·        Imbituba: 04
·        Itajaí: 12
·        Jaguaruna: 02
·        Jaraguá do Sul: 02
·        Joinville: 05
·        Lages: 01
·        Laguna: 01
·        Navegantes: 03
·        Pomerode: 01
·        Porto Belo: 02
·        Rancho Queimado: 02
·        São Pedro de Alcântara: 01
·        São Ludgero: 01
·        São José: 05
·        Tijucas: 01
·        Tubarão: 08
·        Outros Estados: 05
·        Outros Países: 03

O Governo do Estado também divulgou que um dos pacientes que estava internado na UTI recebeu alta da terapia intensiva e já está em observação na enfermaria. O sexo e a idade do paciente não foram divulgados por questões de sigilo. Ao todo, são cinco casos que seguem em UTI. 

Florianópolis apresentou uma queda no número de casos confirmados, mas o Estado esclareceu que se trata de pacientes que estavam internados na capital, mas são naturais de outras cidades, sendo transferidas para as suas cidades de origem.