O estado ainda investiga 361 casos suspeitos de Covid-19.

Por LD,
Lages/SC

📷 Divulgação

O Governo de Santa Catarina divulgou que o número de casos confirmados no Estado para o novo coronavírus (Covid-19) até às 08h30 deste sábado, 21, havia aumentado em relação ao boletim divulgado no fim da tarde de ontem, sexta-feira, 20, passando dos 40 para 51 casos testados positivo.

A capital Florianópolis continua sendo a cidade com mais casos confirmados, totalizando 10. Balneário Camboriú, Braço do Norte, Criciúma e Tubarão contam com seis casos, cada. Além disso, Joinville (4), Rancho Queimado (2), Imbituba (2), Chapecó (2), Jaguaruna (1), Jaraguá do Sul (1), São José (1), Itajaí (1), Navegantes (1), Pomerode (1), e Gravataí (1), completam as cidades com registro de casos. Além disso, o Estado ainda investiga 361 casos suspeitos,  e oito pacientes internados com sintomas compatíveis com a doença, entre jovens e idosos.

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, durante a coletiva de imprensa concedida na manhã deste sábado, 21, afirmou que esse aumento é esperado e que o Estado está estruturado para isso.

“Sabemos que estes números vão crescer ainda mais e estamos preparados para isso. Nosso intuito com todas estas medidas para que as pessoas se mantenham isoladas em casa é justamente para que possamos começar a desacelerar o processo de confirmações”, destacou Zeferino.

O Ministério da Saúde em nova portaria passou a considerar a transmissão comunitária em todo o território nacional, ou seja, não há possibilidade de identificar quem foi o causador da transmissão ou quem trouxe o vírus para o país, inclusive para Santa Catarina e isso foi destacado pelo secretário de Estado.

“Então hoje o território catarinense como um todo é considerado um local de transmissão comunitária, o que reforça a necessidade de se cumprir as medidas determinadas pelo Estado de ficar em casa em todas as regiões”, reforçou o secretário.