Febre Amarela e Coronavírus: Secretaria Municipal de Saúde monitora situação em Lages


Não há motivos para pânico, mas a equipe da Secretaria Municipal de Saúde está preparada para atender ou identificar possíveis casos destas doenças.

Por ARI JUNIOR da ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Divulgação

Nos últimos dias a imprensa estadual e nacional está destacando os casos de Febre Amarela em Santa Catarina e o novo Coronavírus no mundo e mais recente, três possíveis casos no Brasil (ainda aguardam confirmação): um em Minas Gerais, um no Rio Grande do Sul e outro no Paraná. Em Lages nenhum destes casos tem suspeita ou confirmação até o momento.  

Porém, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e demais equipamentos públicos estão preparados para atender, identificar e encaminhar os pacientes para o tratamento quando algum sintoma destas doenças for identificado.

De acordo com a secretária Municipal da Saúde, Odila Waldrich, no município as vacinas contra a febre amarela estão disponíveis para quem ainda não se imunizou, na Vigilância Epidemiológica, no Centro, e nas Unidades de Saúde nos bairros. Está disponível também o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). O CIVP é o documento que comprova a vacinação contra doenças, conforme definido no Regulamento Sanitário Internacional. Somente pessoas que estão viajando com destino ou escala e conexão em países que exigem a vacinação precisam do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia.

No Estado

Recentemente a Secretaria de Estado da Saúde confirmou o primeiro caso de Febre Amarela em humano neste ano. O paciente está internado no Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis, unidade referência de infectologia em Santa Catarina. O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC) confirmou o diagnóstico para a doença. O homem de 47 anos é morador do município de São Bento do Sul, Planalto Norte, e não tem registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Febre amarela em SC

A Febre Amarela é uma doença grave, transmitida por mosquitos em áreas silvestres e próximas de matas. A vacinação é a melhor forma de se proteger da doença. A vacina é gratuita. É importante ressaltar que a cobertura preconizada pelo Ministério da Saúde é de pelo menos 95% do público-alvo. Até o momento, a cobertura vacinal do Estado está em 84%, porém muitos municípios estão abaixo desse percentual.

Coronavírus

Com relação ao novo Coronavírus a Saúde Municipal de Lages está em alerta. Até o momento, não há casos suspeitos em Santa Catarina. No entanto, a Secretaria da Saúde Estadual já ativou o plano de contingência para Síndrome Respiratória Aguda Grave o que significa que o Estado está preparado para atender e identificar casos suspeitos.

Medidas de prevenção contra o Coronavírus: lavar as mãos com água e sabão com frequência; evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; evitar contato próximo com pessoas doentes; ficar em casa quando estiver doente; cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo; limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

*Com informações da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (DIVE).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’