Mutirão de castração de cães e gatos oferecido pela Prefeitura alcança 2.213 cirurgias realizadas neste ano


“A Prefeitura está fazendo um bom trabalho com o mutirão de castração, pois o número de cães é muito grande e com isso vai ter controle do aumento da população canina”, - Paulo Roberto (morador do bairro Frei Rogério).

Por IRAN ROSA DE MORAES da ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML

O Mutirão de Castração de Cães e Gatos, iniciativa da Prefeitura de Lages, fecha o ano de 2019 com um total de 2.213 cirurgias realizadas. Ao todo foram promovidos nove mutirões, campanha de castração iniciada em abril e encerrada neste mês de dezembro. Já para o ano de 2020, a meta da Prefeitura, através da Secretaria municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos, responsável pela organização do mutirão, é de que o número de cirurgias aumente significativamente, e para isso além da parceria com o Conselho Municipal do Meio Ambiente (Condema), Polícia Militar Ambiental, Câmara de Vereadores e 1º Batalhão Ferroviário (1º BFv), espera-se a liberação de recursos provenientes de emenda parlamentar, garantindo, assim, a ampliação do número de salas de cirurgias e da compra de equipamentos cirúrgicos para o Centro de Controle de Zoonozes (CCZ).

O prefeito Antonio Ceron salienta que das 2.213 castrações feitas no decorrer de nove meses, neste ano, 1.162 foram feitas nos nove mutirões organizados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos. Já as demais 1.051 cirurgias foram realizadas no CCZ, administrada pela Secretaria Municipal de Saúde.

“Para 2020 já estão garantidos recursos para 1.200 novas castrações de cães e gatos. Recursos provenientes do Condema e da Câmara Municipal de Vereadores. Outra boa notícia é que há grandes chances da liberação de recursos de emenda parlamentar para serem investidos na melhoria da infraestrutura clinico-cirúrgica do Centro de Controle de Zoonozes, aumentando de uma sala de cirurgias para três. Com isso, triplicará a capacidade de atendimento da demanda de novas cirurgias e proporcionará melhores condições de trabalho para a equipe de médicos veterinários que, efetivamente, prestam serviços para a Prefeitura”, disse o secretário de Meio Ambiente e Serviços Públicos e presidente do Condema, EroniDelfes Rodrigues.

Portanto, as perspectivas de melhoramento na prestação deste serviço público, por parte da Prefeitura, são as melhores possíveis. No último mutirão do ano de 2019, nesta quinta-feira (12 de dezembro) no pátio de estacionamento do 1º BFv, serão feitas 200 castrações de cães e gatos, atendendo-se animais de estimação de moradores de seis bairros de Lages: Morro do Posto, Vila Comboni, Frei Rogério, Guadalajara, Vila Maria e Passo Fundo.

As cirurgias são realizadas na clínica veterinária instalada em unidade móvel, especialmente instalada para atendimento dos mutirões de castrações.

Para o morador do bairro Frei Rogério, Paulo Roberto, que juntamente com a esposa trouxeram para o mutirão a fêmea de nome Dori, da raça Chow-chow, de 3,5 anos de idade, “a prefeitura está fazendo um bom trabalho com o mutirão de castração, pois o número de cães é muito grande e com isso vai ter controle do aumento da população canina”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’