Incentivo à leitura, desperta interesse e resulta em premiação

O aluno do primeiro ano de Medicina da Uniplac, Eduardo Henrique Bondarczuk, se destacou durante todo o ano, ficando em primeiro lugar no empréstimo e leitura de livros.

Por LUAN TURCATI da CNU,
Lages/SC

📷 Jary Carneiro / CNU

O objetivo inicial era comemorar o Dia Nacional do Livro e promover durante todo o mês de outubro um evento, chamado Caça Livros. Mas o aluno do primeiro ano de medicina da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), Eduardo Henrique Bondarczuk, se destacou no evento e durante todo o ano, ficando em primeiro lugar no empréstimo e leitura de livros. Na manhã dessa sexta, 06, Eduardo recebeu das mãos do Reitor Kaio Amarante, o prêmio de destaque.

Na tentativa de incentivar os acadêmicos e a comunidade com a prática da leitura, a biblioteca da instituição promoveu o Caça Livros, espalhando balões com frases para chamar a atenção dos visitantes. O interessado escolhia a sua frase e pegava o livro que chamava mais atenção. Durante o evento, estavam disponíveis todos os livros do acervo. 

A bibliotecária Silvania Dalla Costa, destaca que a ideia surgiu da equipe que trabalha no local, e que ela deu todo o apoio necessário. “As ideias foram ótimas, quando colocamos em prática, percebemos que foi um verdadeiro sucesso e tivemos a certeza que o objetivo foi alcançado." 

O que deixou os funcionários da biblioteca impressionados, foi o interesse pela leitura do acadêmico Eduardo, que não ficou em primeiro lugar somente no evento, mas sim durante todo o ano. “Eu peguei uma planilha anual, semestral, mensal e do evento, e em todas o Eduardo estava em primeiro, pegando livros técnicos mas também de literatura”, finaliza Silvania.

O premiado está cursando medicina, é natural de Porto Alegre, capital gaúcha, mas mora em Santa Catarina há quatro anos. Eduardo Henrique Bondarczuk, conta que o interesse pela leitura surgiu ainda quando criança, incentivado pelos pais e pela escola. “Eu lembro que gostava muito de ler e que uma vez estive na biblioteca do meu bairro e fiquei impressionado com a quantidade de livros, o acervo era muito pequeno." 

Eduardo diz que na família todos gostam muito de ler, mas lembra da sua irmã, que durante o ano passado, leu mais de 175 livros. “Eu não chego nem perto dela, mas sinto que estou no caminho.” 

Os projetos desenvolvidos na biblioteca não param. Durante o recesso, os acadêmicos podem participar do “Férias com Leitura”, um evento que possibilita o empréstimo do livro, sem renovação e devolução até 02 de março. Todos os livros, técnicos ou literários, estão disponíveis durante as próximas semanas, até o dia 20.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’