Gol da vitória inglesa saiu dos pés do brasileiro Roberto Firmino.

Por LD,
Lages/SC

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

Após um ano cheio de conquistas e poucas derrotas, o flamenguista veio esperançoso para a praça João Costa, no Centro de Lages, para assistir ao principal jogo da temporada. A final do Mundial de Clubes FIFA contra o Liverpool reeditando a final de 1981 quando os rubro-negros conquistaram o mundo. A praça ficou tomada pelas cores vermelho e preto.


Logo nos primeiros minutos, três lances de perigo para o time do Liverpool fez o coração dos torcedores quase saltar pela boca, mas logo o time comandado por Jorge Jesus se encaixou e dominou praticamente o primeiro tempo e levou perigo com lances partindo dos pés de Bruno Henrique e a torcida começou a ficar ainda mais confiante de que era possível o título mundial, porém, isso ficou para a segunda etapa.

No segundo tempo, a torcida que lotava a praça não tirava os olhos do telão que transmitia a partida e vibrava a cada chegada do time próximo ao gol defendido pelo brasileiro Alisson. O Flamengo continua superior ao Liverpool até a metade do segundo tempo, quando Jorge Jesus mexeu no time e tirou De Arrascaeta para colocar Vitinho, e a partir daí, o Liverpool começou a ganhar espaço, na sequência novamente o técnico português mexeu tirando Everton Ribeiro para colocar Diego, mas o time brasileiro se perdeu e começou a surgir as chances do time de Klopp.

Lance de VAR e possível pênalti fez os corações rubro-negros sair pela boca

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

Nos últimos 15 minutos da segunda etapa, os corações rubro-negros praticamente saíram pela boca. O Liverpool já começava a levar perigo ao gol e em mais um lance, Mané ao finalizar foi tocado por Rafinha, no entendimento do árbitro, dentro da área, mas depois voltou atrás e marcou falta. O VAR entrou em ação e ao chegar o vídeo, o árbitro não marcou falta e retirou o cartão, causando alívio nas dezenas de torcedores que estavam no calçadão. Mas desde então, o Flamengo não conseguiu chegar com tanto perigo ao gol como vinha fazendo até a metade da segunda etapa.

Gol logo no início da prorrogação

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

A partida foi para a prorrogação e logo no início da primeira etapa do tempo adicional, Mané recebeu na grande área e girou em cima da defesa e tocou para Roberto Firmino que vinha livre, o brasileiro tirou para a direita deslocando Diego Alves e Rodrigo Caio e chutou forte para o gol para abrir o placar.

O Flamengo não se abateu e ainda tentou criar chances, mas já não era tão eficiente quanto no início do jogo. O Livepool foi para o intervalo da prorrogação com a vantagem e soube administrar bem na segunda etapa. O Flamengo com Lincoln teve a chance do jogo para empatar e assim levar a disputa aos pênaltis, mas acabou desperdiçando.

Fim de jogo, o Liverpool conquista o Mundial de Clubes pela primeira vez e se “vinga” do algoz de 1981.

Apesar da derrota, a torcida mesmo triste aplaudiu o desempenho da equipe no jogo e também fez questão de lembrar das conquistas deste ano com o estadual, o brasileiro e a Libertadores da América, fora o título no início da temporada da Flórida Cup.

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

📷 Maurício Santos / LD Comunicação