A próxima etapa será iniciar as obras na Praça João Ribeiro. Logo após serão executadas no calçadão da Praça Túlio Fiúza de Carvalho.

Por ALINE TIVES da ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Calçadão da Praça João Costa, no Centro de Lages, é só uma das etapas concluídas
da obra de revitalização do Centro. (Foto: Maurício Santos / LD Comunicação). 

O valor total da revitalização do Centro é de aproximadamente R$ 13 milhões, através de um convênio com o governo do Estado. As obras contemplam as três praças - João Costa, Túlio Fiúza de Carvalho e João Ribeiro (Praça da Catedral), mais as seguintes ruas centrais: Nereu Ramos e parte da Coronel Córdova e da rua Correia Pinto.

Concluído o calçadão da Praça João Costa, que foi executado dentro do prazo estabelecido, considerando-se as celebrações natalinas que serão realizadas no local, a próxima etapa será iniciar as obras na Praça João Ribeiro. Logo após serão executadas no calçadão da Praça Túlio Fiúza de Carvalho. “Aos poucos todo o centro de Lages vai se transformando, ficando muito mais bonito e agradável. As pessoas terão muito mais prazer em visitar a área central, seja para passear ou fazer suas compras. Este é o nosso propósito”, salienta o prefeito Antonio Ceron.

A última etapa será a revitalização das ruas do entorno, pois serão necessárias intervenções no trânsito e de infraestrutura das vias, que contam com diversos pontos comerciais. Além da pavimentação, serão substituídas as redes pluviais e de esgoto. “A parte elétrica destas ruas será mais fácil, pois foi realizado o cabeamento subterrâneo, deixando as esperas já encaminhadas para execução desta parte do projeto”, acrescenta o arquiteto e urbanista da Secretaria do Planejamento e Obras, Roberto Provenzano.

Calçadas serão niveladas e garantem a acessibilidade

O nível das calçadas novas será nivelado posteriormente com os calçadões, previsto na parte de topografia do projeto e garantindo maior acessibilidade. A rua Nereu Ramos foi pensada especialmente para a circulação de pedestres, com a pista de rolamento no mesmo nível das calçadas, com balizadores metálicos que irão separar os dois espaços. “Será um espaço de convívio com maior segurança e acessibilidade, alguns dos nossos maiores motivadores para se fazer esta obra”, destaca o arquiteto.

Todas as decisões estão sendo tomadas em alinhamento com os representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que são parceiros da revitalização do Centro. “Nossa intenção não é só melhorar o Centro e as ruas, mas ter a união dos comerciantes para que cada um deles faça melhorias em seus estabelecimentos, deixando as fachadas mais bonitas e condizentes com o novo projeto. É um conjunto de ações e intervenções que trará um resultado positivo para a cidade”, finaliza Provenzano.