Um dos proprietários da fazenda foi baleado após entrar em luta corporal contra os criminosos.

Por LD,
Lages/SC



Uma fazenda foi alvo de seis criminosos na noite de ontem, terça-feira (1º) no interior de Otacílio Costa, na Serra Catarinense. Uma das vítimas, proprietário da fazenda foi atingido por disparos de arma de fogo nas duas pernas após entrar em luta corporal contra os criminosos. Eletrodomésticos e eletrônicos, além de dois veículos foram levados pelos criminosos e a vítima foi resgatada por vizinhos e encaminhada ao hospital de Otacílio Costa.


Segundo a PM, a guarnição foi acionada por volta das 20h40 para ir até o hospital Santa Clara, onde entrou em contato com a vítima de iniciais C.A.R.V. de 44 anos, que relatou que estava acompanhado de sua mãe e irmão no interior da fazenda por volta das 16h tomando café quando seis masculinos adentraram e anunciaram o assalto, que visualizou três armas, aparentemente pistolas.

O mesmo se assustou e tentou evitar o assalto e acabou entrando em luta corporal com os criminosos e que um deles apontou a arma e apertou o gatilho, porém, a arma não funcionou e nesse momento a vítima tentou fugir e que quando estava correndo no gramado, os masculinos efetuaram vários disparos e acertaram aproximadamente seis tiros em ambas as pernas.

Após lhe levaram para dentro da residência novamente e o amarraram no banheiro, e o agrediram, que em seguida levaram vários objetos, eletrodomésticos, seis televisores, dois veículos (Jeep Renagede e um Nissan XTerra), além de mil reais em espécie.

Os criminosos ainda os fizeram de refém por cerca de uma hora e após saírem pediram a chave do portão dos fundos da fazenda que dá acesso à localidade do Serril. Os dois veículos que restaram na propriedade tiveram seus pneus esvaziados para dificultar o pedido de ajuda.

Que após os fatos alguns populares conhecidos da vítima informaram que viram os veículos roubados passarem pelo centro do Serril juntamente com um VW Gol de cor branco.

Um dos assaltantes foi identificado como sendo filho de um pedreiro que havia prestado serviço para a vítima há um tempo. Os assaltantes deixaram todos amarrados e após algumas horas conseguiram se soltar e pediram ajuda ao vizinho, o qual lhes trouxe até o hospital. Um dos assaltantes se atrapalhou e acabou atirando na mão do seu cúmplice.

As guarnições de Lages, foram até o local realizaram buscas, mas os masculinos não foram localizados. A Polícia Civil e o perito do IGP foram acionados e foram até o local dos fatos.