Natural de Palotina, o sócio-diretor da Revista Visão estava internado na UTI do HNSP e não resistiu a complicações de uma infecção.

Lages/SC

📷 Jornalista Loreno Siega morre aos 53 anos. (Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal). 

A imprensa está acostumada em noticiar fatos impactantes em muitos casos, acabou sendo impactada com uma triste notícia na noite desta sexta-feira (25). A notícia de que um dos nossos queridos colegas de profissão em Lages, infelizmente nos deixou. Trata-se de Loreno Siega, sócio-diretor da Revista Visão, que estava internado na UTI do HNSP há cerca de uma semana.

A causa da morte foi devido a complicações relacionadas a uma infecção que o levou à UTI há uma semana e que já havia nos deixado muito preocupados, porém, esperançosos pela sua recuperação, o que infelizmente não aconteceu.

Loreno deixa a esposa e dois filhos. O velório ocorre na capela 1 do cemitério Parque da Saudade, na zona Oeste de Lages às margens da BR-282 e o sepultamento ocorre no mesmo cemitério às 17h30 deste sábado (26).

Trajetória

Nascido em Palotina, no Oeste do Paraná, em 1966. Formou-se em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Chegou a Lages na década de 1990 onde começou a atuar na área de assessoria de imprensa e também no jornalismo local. Foi correspondente na Serra do jornal “A Notícia”, de Joinville. De 2002 a 2010 foi Diretor de Conteúdo da Revista Expressiva. Desde 2010, era sócio e diretor-proprietário da Revista Visão.

Loreno também atuou na TV, onde ao lado do jornalista Milton Barão apresentou o programa “Dose Dupla” de 2005 a 2012, na Nova Era TV e posteriormente, na extinta TV Araucária. Em seu blog, Barão destacou a parceria com Loreno. “Foi um aprendizado trabalhar com Loreno Siega, e mesmo com todas as suas convicções políticas e esportivas, o tempo me ensinou a saber como conviver em harmonia”.

Um profissional de opiniões fortes

Siega também se destacava por suas opiniões fortes, especialmente na esfera política. Não foram poucas vezes em que ele protagonizava discussões ásperas, principalmente nas suas redes sociais, com pessoas que até o xingavam por suas declarações, muitas vezes, cheias de acidez.

Repercussão

A Câmara de Lages emitiu nota de pesar pela morte precoce de Loreno Siega. “O Poder Legislativo manifesta pesares aos familiares e amigos de Loreno Siega. Jornalista e diretor da Revista Visão e ex-assessor de imprensa da Câmara de Lages”, destaca a nota.

A Associação dos Municípios da Região da Serra Catarinense (Amures) também externou profundo pesar. “Os colaboradores do Sistema Amures externam aos familiares e amigos do jornalista Loreno Siega, o mais profundo pesar pela perda deste grande profissional. Que Deus o acolha na eternidade e console a família neste momento de dor. O jornalismo da Serra Catarinense perde uma de suas referências de comunicação e empreendedorismo”.

A jornalista e colunista do Correio Lageano, Olivete Salmória enfatizou a perda do amigo do qual elogiou como sendo um dos melhores profissionais de Lages. “Loreno era um jornalista da velha escola, contestador e corajoso em seus posicionamentos. Perdemos um dos melhores profissionais de Lages. Petista de coração ele não se furtava a comprar qualquer briga para defender suas ideias. Sentirei falta de você meu amigo, mas segue em paz na certeza de que cumpriu sua missão!”, destacou em seu blog.

O Parque Tecnológico Orion Parque lamentou a morte do jornalista e empreendedor Loreno Siega. “Com profundo pesar, o Orion Parque e equipe Instituto Orion lamentam e se solidarizam com a família de Loreno Siega, jornalista e empreendedor, pela perda deste grande profissional da imprensa da região. Inovador e sempre atento às novidades do mercado, Loreno acreditava que a inovação era mais que uma pauta, mas sim um combustível profissional. Se vai um grande parceiro e divulgador das ações e resultados do Orion Parque”.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) se solidarizou com a família. “Todos os colaboradores e membros da Diretoria da CDL Lages, lamentam a morte do jornalista Loreno, e pedem conforto ao coração de familiares.

No final da noite, a família se pronunciou no perfil de Loreno em uma rede social na qual também foi publicado um texto de sua filha em homenagem ao pai. Leia a seguir:


“Comunico com dor e tristeza o falecimento do meu esposo Loreno Siega! Deixo aqui o texto da nossa filha Maria Eduarda em homenagem a este homem Guerreiro que sempre amaremos e permanecer eternamente em nossos corações!

A Vida em Pauta...

Estamos exageradamente acostumados à cair em hábitos rotineiros e deveres necessários. Acabamos achando estranhamente comum e típicas as notícias sobre desastres, mortes e destruição. Raramente nos despedimos com um abraço apertado, com ou um beijo no rosto ou com um “eu te amo”. Aliás, costumamos falar essa frase apenas em ocasiões especiais.

A questão é que cada momento é excepcional. Você acordou mais um dia, e esse dia pode ser seu último, nunca se sabe. Absolutamente nada na vida é trivial, e o problema das pessoas é achar que teremos um amanhã pela frente, deixando tudo o que pode ser feito hoje, para depois. O passado já não nos pertence, e o futuro é incerto. Tudo o que temos é o presente.

Não me excluo deste grupo de pessoas do qual falei. Portanto, digo a mim mesma e a todos que posso atingir: ame hoje, se entregue hoje, lute hoje e principalmente, seja o hoje. Crescemos pensando no futuro e morremos para ficarmos no passado. O que mais cabe nos importarmos, são com as pessoas que amamos e com os momentos que vivemos. Tudo além disso, é mero apego material. Creio que a vida seja muito além de um simples ciclo de estudo, trabalho e morte. É uma chance diária de sermos melhores e um tanto menos, egoístas.

Maria Eduarda Siega”.