Além dele, 11 testemunhas de acusação e 8 de defesa serão ouvidas em audiência de instrução e julgamento, a partir das 15h.

Por TAINA BORGES da NCI TJSC,
Lages/SC

📷 Divulgação

Nesta sexta-feira (4), o homem acusado de matar um casal e uma criança em Alfredo Wagner será interrogado pela Justiça. Além dele, 11 testemunhas de acusação e 8 de defesa serão ouvidas em audiência de instrução e julgamento, a partir das 15h. A sessão será presidida pelo juiz Edison Alvanir Anjos de Oliveira Júnior, na comarca de Bom Retiro.

O crime ocorreu no dia 9 de agosto, no interior do município. A mulher, o filho do casal, de apenas oito anos, e o homem, um idoso de 67 anos, foram mortos com golpes de instrumento contundente ou não contundente na região da cabeça. Ela e o filho estavam na casa. O homem foi morto na estrada que dá acesso à propriedade. Denunciado pelo Ministério Púbico, o réu teria cometido os crimes por conta de uma dívida com o casal.

Depois de ouvir as testemunhas arroladas pela promotoria de justiça, as da defesa, interrogar o réu e saber as alegações finais das partes, o magistrado poderá absolver, impronunciar, desclassificar o crime para não doloso contra à vida ou pronunciar. Se pronunciar, o processo vai para julgamento pelo Tribunal do Júri. O réu está recolhido no Presídio Regional de Lages e deverá ser levado a Bom Retiro para a audiência.