Neste ano houve a participação de mais de 100 animais, ranqueados pela Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO).

Por PAULO CHAGAS da ASSESSORIA DA EXPOLAGES,
Lages/SC

📷 Assessoria ExpoLages

A participação recorde de animais inscritos na Expolages 2019, (mais de 100) é um dado bastante significativo para os apreciadores e criadores, numa exposição, inclusive, ranqueada pela Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO). Outra novidade deste ano é a participação de cabritos, e também, o aumento do número de ovinos de raça. Conforme explica a presidente da Associação Catarinense de Criadores de Ovinos (ACCO), Cíntia Camargo Kleis, este ano a entidade procurou fazer o melhor para os criadores e expositores. “Estão todos satisfeitos com a exposição, e para o ano que vem a tendência é aumentar ainda mais o número de ovinos na Expolages” reforça.

Ainda segundo Cíntia, os animais que participam da feira vieram muito bem preparados, com destaque para a grande variedade e a qualidade. Tanto que o jurado que realizou a avaliação morfológica teve um trabalho bastante difícil. Por outro lado, diante do atual momento da ovinocultura, ainda de conforme Cíntia, a expectativa é de que cada vez mais a ovinocultura catarinense cresça, e os produtores consigam expandir. Na região, a boa notícia é a exploração da carne, a partir de um trabalho que vem sendo desenvolvido em Palmeira, a través da Associação de Criadores de Ovinos de Palmeira – ACOP que realiza abates com escala mensal. “Sobre a Expolages, a tendência para o ano que vem é de faltar galpão para os ovinos”, ressalta.