No período de 12 meses, entre admissões e demissões, o saldo é de quase mil vagas criadas.

Lages/SC

📷 Maurício Santos / LD Comunicação

O ano é de dados positivos em relação a emprego em Lages, principal cidade da Serra Catarinense. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho vinculado ao Ministério da Economia, Lages criou no período entre janeiro e setembro, 1.263 novas vagas no trabalho formal. Se comparado ao período dos últimos 12 meses, o saldo também é positivo em relação a admissões e demissões, o saldo é de 977 vagas criadas.


Os dados do Caged também mostram que o mês de setembro foi positivo em Lages. No mês passado, foram criados 1.500 empregos e houve o registro de 1.299 demissões, sendo assim, um saldo positivo de 201 novas vagas de trabalho.

O prefeito Antonio Ceron, comemora os bons números e destaca a importância da parceria entre o privado e o público. “Lages está se tornando referência em serviços nas mais diversas áreas. O investimento privado em parceria com o poder público incrementa a economia da cidade. Saímos de anos com números negativos como 2015 e 2016 para uma sequência importante e positiva a partir de 2017”, destaca Ceron.

Investimentos devem gerar mais empregos em Lages

Lages tem se destacado no ramo empreendedor. Segundo dados da Diretoria de Fiscalização Tributária da Prefeitura de Lages, a cidade conta atualmente com aproximadamente 16 mil empresas em atividade, entre autônomos, Microempreendedores Individuais (MEIs), micro, pequenas, médias e grandes empresas.

Em 2019, a cidade foi uma das que mais abriram novas empresas. Se comparado entre janeiro e março de 2019 em relação ao mesmo período de 2018, Lages apresentou um dos maiores crescimentos do Estado com 28% em números de novas empresas na cidade.

No próximo mês, uma das maiores empresas do ramo de atacado e varejo do Brasil será inaugurada na cidade trata-se do Fort Atacadista que conta com diversas lojas em Santa Catarina e em outros estados, e deve gerar quase 200 empregos diretos.

A Berneck que está em fase de obras de terraplanagem do terreno onde será construído o seu parque fabril em Lages também irá dar um impulso importante nas vagas de emprego para a cidade nos próximos anos. A estimativa é a criação de cerca de 500 empregos diretos na  primeira fase de funcionamento e podendo chegar a 800 empregos diretos no auge da atividade da empresa na nova fábrica em Lages. A Berneck já conta com uma fábrica em Santa Catarina localizada em Curitibanos.