Os paranaenses saíram em vantagem em busca do título da Copa do Brasil.

Por GOAL.COM,
Curitiba/PR

📷 Miguel Locatelli / Athletico-PR

Athletico saiu na frente do Internacional no primeiro encontro válido pela final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (11), fez valer o “fator casa” e também a ousadia para buscar o resultado que pode lhe dar o título inédito. Daqui exatamente uma semana, até mesmo um empate dá a taça ao Furacão – ao Inter, é necessário um triunfo por dois gols de diferença, sendo que vitória por margem menos leva a definição para os pênaltis.

A equipe comandada por Tiago Nunes tomou as ações desde o primeiro tempo, mas nem os 71% de posse de bola ou as cinco finalizações foram refletidas em gol. Na segunda etapa, porém, a vocação mais ofensiva em relação ao Internacional foi premiada: o jovem Bruno Guimarães aproveitou uma das raras falhas na recomposição defensiva colorada para arrematar a gol, sacramentando o 1 a 0.

        
O Athletico ainda criou mais, e poderia ter saído com uma vitória mais larga se não fosse uma grande defesa de Marcelo Lomba, no segundo tempo, após chute de Rony. Apenas com a desvantagem que o time de Odair buscou mais forte o empate, e embora tenha levado perigo para os paranaenses, não conseguiu igualar. De qualquer forma, tudo segue em aberto para o duelo da próxima semana. Nesta quarta-feira, o grande trunfo do Inter será a força de seu estádio. Já o Athletico segue confiante pelo excelente trabalho de um time que não muda tanto a sua postura dentro ou fora de seus domínios. Promessa de jogão!