Com a autorização, Autopista Planalto Sul, concessionária que administra a rodovia fica autorizada a elaborar o projeto executivo da duplicação.

Por LD,
Lages/SC

📷 Reunião em Brasília com representantes da ANTT. (Foto: Pablo Gomes / ASCOM PML)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou oficialmente nesta sexta-feira (13), a inclusão de 6,8 quilômetros na duplicação da BR-116 em Lages, na Serra Catarinense, que inicialmente estava prevista para ser realizada a partir do Acesso Norte no entroncamento da rodovia com a avenida Juscelino Kubitschek até a avenida João Pedro Arruda, na Área Industrial, e que agora com a inclusão passa a ser até a divisa com Capão Alto na altura da ponte do Rio Caveiras.

A confirmação da autorização foi feita pelo diretor da ANTT, Mário Rodrigues Junior que ligou para o prefeito de Lages, Antonio Ceron, para comunicar esta autorização. De imediato, o prefeito Ceron entrou em contato com a Autopista Planalto Sul, concessionária que administra a rodovia, informando que ela agora está oficialmente autorizada a fazer o projeto executivo, no qual sem ele não é possível realizar nenhuma obra.

Ampliação do trecho duplicado foi para contemplar toda a área industrial de Lages

O aumento do perímetro atendido no projeto que inicialmente ia até a avenida João Pedro Arruda e que agora está autorizado a ser até a divisa com Capão Alto foi um esforço da Prefeitura de Lages, parlamentares catarinenses, entidades de classe e lideranças de Lages e região, visando contemplar toda a área industrial de Lages, beneficiando empreendimentos como a Berneck que está se instalando próximo à ponte do Rio Caveiras e Seara que já está instalada naquela região, e assim viabilizar a infraestrutura rodoviária necessária em toda a área industrial.

Mesmo com a autorização da ANTT, o projeto executivo ainda será realizado para ser encaminhado novamente ao órgão federal que irá analisar e assim autorizar o não o início das obras, por isso, ainda não há data e nem prazo para que isso ocorra.