Além disso, a moção sugere que essa central de atendimento tenha a presença de intérpretes capacitados em Língua Brasileira de Sinais.

Por LD,
Lages/SC

📷 Ilustrativa / Divulgação
Os vereadores Ivanildo Pereira (PL) e Osni Freitas (PDT) apresentaram na noite desta segunda-feira (5) uma moção legislativa que sugere ao Município de Lages a criação de uma Central de Atendimento aos Deficientes Auditivos, com profissional capacitado na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

Segundo o documento, a central atenderia os deficientes auditivos, quando se fizer necessário, com a presença de intérprete, nas instituições de saúde municipal como postos e hospitais e em todas as repartições públicas municipais, inclusive na saúde, o que pode causar constrangimentos. Por muitas vezes o servidor não entender a necessidade do paciente e pode colocar em risco a vida da pessoa com deficiência auditiva.

O documento foi enviado ao prefeito de Lages, Antonio Ceron (PSD).