Instituições de atendimento social e filantrópico veem no Recanto do Pinhão oportunidade de complemento de renda para a realização de trabalhos sociais.

Por FABRICIO FURTADO da FCL,
Lages/SC

📷 Arquivo / ASCOM PML

A Fundação Cultural de Lages (FCL) recebeu nessa semana a prestação de contas das entidades beneficentes que atuaram na edição 2019 do Recanto do Pinhão Aracy Paim – este ano realizado com sucesso na Praça Vidal Ramos Sênior ao lado do terminal urbano. Os números são extremamente positivos, gerando mais de R$ 170 mil em lucro líquido. Os resultados provêm das vendas geradas pela gastronomia oferecida nos quiosques nos 16 dias de atrações do Recanto.

Neste ano, participaram a Associação Serrana de Deficientes Físicos (ASDEF), Lions Clube Copacabana, Associação dos Deficientes Visuais do Planalto Serrano (ADEVIPS), Cáritas Diocesana de Lages, e Casa de Apoio às Pessoas com Câncer Maria Tereza, a Associação Bom Samaritano e o Asilo Lar dos Idosos (SASEADLA), além da participação da Associação Lageana dos Escritores e o grupo de Artesanato Regional, que contabilizou mais de R$ 10 mil em vendas com produtos exclusivamente regionais.

Para o prefeito Antonio Ceron, a Prefeitura com eventos como o Recanto, mostra o quanto uma ação que caracterizada como evento cultural, pode gerar economia num setor importante que é o serviço. “Um dos grupos apresentou um relatório de total de receitas de mais de R$ 40 mil. Isso é uma marca muito significativa para as entidades que têm alguns problemas em gerenciar o seu trabalho em prol das comunidades. E isso só aconteceu, pois a Prefeitura através do credenciamento da Fundação Cultural proporcionou isso”.

Segundo o presidente do Lions Clube de Lages Copacabana, Celeste Basquerote, a renda angariada durante o Recanto do Pinhão auxilia na realização de sopões beneficentes e no atendimento de pedidos de cestas básicas, consultas, exames e outros. “Também fazemos a manutenção do banco ortopédico que o clube possui, e ainda atendemos comunidades em casos de sinistros ou enchentes. Parceria é fundamental para tais ações. A estrutura e o amparo que a prefeitura nos oferece para que possamos realizar esse trabalho é o que nos garante o êxito. Consideramos uma parceria de muito sucesso, prova disso, são tantos anos esse evento acontecendo com sucesso para todos. Somos gratos por essa oportunidade e nos colocamos sempre à disposição do poder público para contribuir no que estiver ao nosso alcance”, comenta.

O superintendente da FCL, Giba Ronconi, diz que em 2019 a preocupação foi montar uma estrutura que gerasse conforto e segurança para o público em um local novo e onde nunca foi realizado um evento como o porte do Recanto do Pinhão. “Como o calçadão da Praça João Costa está em processo para a revitalização, as parcerias com as secretarias de Assistência Social e Habitação, Planejamento e Obras, Meio Ambiente e Serviços Públicos e nossas equipes deixaram o local pronto para receber shows, público e as entidades. Foi uma aposta do Prefeito Ceron a realização do Recanto na praça do terminal. Comemoramos a aprovação do público e o sucesso da receita das entidades com suas vendas”.

O prefeito Ceron disse que a participação das entidades no Recanto também provoca movimentos econômicos indiretos na cidade. “Percebemos que a movimentação de fornecedores foi positiva e o serviço prestado pelas entidades também colavora no aumento de vendas no comércio como um todo. O Recanto do Pinhão não pode ser somente considerado como um evento, também é uma ação que colabora direta e indiretamente com a comunidade, com o nosso comércio e com as pessoas”, afirma.