Confirmada a terceira morte de macaco por febre amarela no Estado


A confirmação foi feita pela Dive e a morte ocorreu no último dia 31 de maio. .

Por LD,
em Lages/SC

📷 Genilton José Vieira / Fiocruz

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) confirmou nesta sexta-feira (5), a terceira morte de macaco causada pelo vírus da febre amarela em Santa Catarina. O animal morreu em Indaial, no Vale do Itajaí, no dia 31 de maio.

Segundo a bióloga da Dive, Renata Gatti, é importante reforçar que os macacos não transmitem a febre amarela, mas vítimas da doença. “Eles são vítimas da doença e sinalizam a circulação do vírus na rgião. Por isso, ao encontrar um macaco doente ou morto, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser comunicada imediatamente”, salienta Renata.

O órgão ainda informa que após a confirmação da morte do animal é aberto um raio de 300 metros, a partir do local do óbito para procurar pessoas que não tenham sido vacinadas contra a doença. Em Indaial, a vacinação de casa em casa já inicia neste fim de semana, sendo que 55,75% já está protegida contra a febre amarela.

“Precisamos que aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra a febre amarela, procurem um  posto de saúde o quanto antes para receber a dose. Essa é a melhor forma de prevenirmos a doença”, destaca Lia Quaresma, gerente de imunização da Dive.

A doença e a vacinação

A febre amarela é uma doença transmitida por mosquitos em áreas de mata e também urbanas. A única forma de proteção é a vacinação disponibilizada gratuitamente na rede pública de saúde e pode ser feita em todos os moradores, com mais de nove meses de idade e que ainda não foram vacinados. Uma única dose é suficiente para protegê-lo por toda a vida.

Outros casos

Esse é o terceiro caso de morte de macaco por febre amarela em Santa Catarina neste ano. A primeira ocorreu no dia 20 de abril em uma área de mata fechada no município de Garuva, no Norte do Estado. Já o segundo caso ocorreu em junho em Joinville também no Norte.

Além de macacos, o Estado também teve a morte de uma pessoa no final do mês de março em um caso de febre amarela contraída dentro do Estado. Ele era morador de Joinville e tinha 36 anos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’