Juliano Stefani, de 35 anos, conhecido como Latino, foi preso na tarde desta segunda-feira (10). O crime ocorreu na madrugada do último sábado no bairro Conta Dinheiro.

Por LD,
em Lages/SC 

📷 Guilherme Muniz foi morto no último sábado (8) após uma discussão em fila de carro de lanche. (Foto: Reprodução / Redes Sociais). 
O suspeito de ter assassinado o empresário Guilherme Muniz, de 26 anos, no último sábado (8), na avenida Luís de Camões, no bairro Conta Dinheiro, zona Norte de Lages, após uma discussão por causa da fila de um carro de lanche, foi preso na tarde desta segunda-feira (10).

📷 Juliano Stefani, conhecido como Latino, é
suspeito de ter matado Guilherme Muniz. (Foto:
Reprodução / Redes Sociais)
Identificado como Juliano Stefani, de 35 anos, conhecido como Latino, natural de Campos Novos, mas que residia em Lages, se apresentou juntamente com o seu advogado que afirmou que o seu cliente está disponível para esclarecer o homicídio, mas, que vai permanecer em silêncio. Juliano responde pelo crime de furto, cometido em Tijucas, na Grande Florianópolis. Por ter optado em permanecer em silêncio, isso não faz com que ele seja culpado pelo crime, mas acabou sendo preso preventivamente e encaminhado ao Presídio Regional de Lages.

Um inquérito policial foi instaurado para investigar o crime, onde serão ouvidas testemunhas, encaminhar a faca utilizada no crime para perícia, e identificar mais pessoas que viram o ocorrido. A Polícia Civil solicita que as pessoas que presenciaram o crime, procurem a delegacia para prestar depoimento.

Em caso de confirmação de que Juliano teria sido de fato o autor do crime, ele passará a responder pelo crime de homicídio qualificado, já que a morte foi por motivo fútil.

O crime

Por informações colhidas pela polícia até agora, o motivo do crime seria porque a vítima estava na fila para comprar um lanche e um homem, que não teve a identidade revelada, teria furado a fila e ambos acabaram discutindo.

Depois de furar a fila, este homem teria saído do local e Juliano Stefani conhecido como Latino, teria pego uma faca dentro de um veículo e desferido o golpe no peito da vítima que acabou caindo na calçada do outro lado da via. O SAMU chegou a ser socorrido e atendeu a vítima que acabou morrendo durante o deslocamento para o HNSP, no Centro de Lages.

A vítima

Guilherme Muniz de Oliveira acabou morto no mesmo dia que completava 26 anos. Estava acompanhado da namorada quando a discussão e posteriormente o assassinato ocorreu.

Empresário no ramo gastronômico, ele administrava juntamente com o pai, o restaurante Oishi Sushi, localizado na avenida Presidente Vargas. Estava se formando em Administração e pretendia estudar Medicina. A comoção pela morte de Guilherme foi enorme já que ele era bem quisto por conhecidos, clientes, amigos e familiares.