As árvores cortadas serão levadas para o Horto Municipal localizado no bairro da Várzea, onde serão trituradas para uso da serragem na preparação de canteiros de cultivo de flores e hortigranjeiros.

Por IRAN ROSA DE MORAES da ASCOM PML,
em Lages/SC 

📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML

Centenas de pés de pinnus eliotis que cresceram irregularmente em encosta de arenito, à margem da avenida Papa João XXII, estão sendo suprimidas, em um trabalho conjunto de equipes da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente e da Defesa Civil, com apoio da Diretran.

Os pinheirinhos se alastraram ao longo de 300 metros de extensão, à margem direita da avenida – sentido bairro Petrópolis-Cidade Alta. “Algumas árvores já haviam caído sobre a pista da Papa João XXIII e já eram muitas as reclamações dos moradores dos bairros localizados à margem desta via. A supressão é por questão de segurança, sendo esta via muito movimentada”, esclarece o coordenador da Defesa Civil, Jean Felipe de Souza.

“Árvores existente à margem da avenida Santa Catarina, junto à ‘Curva da Morte’, também terão de ser suprimidas, para evitar a queda de galhos sobre a pista de rolamento”, disse Jean.

As árvores cortadas serão levadas para o Horto Municipal localizado no bairro da Várzea, onde serão trituradas para uso da serragem na preparação de canteiros de cultivo de flores e hortigranjeiros.