Aos 44 anos, Lindomar encontra nos filhos a inspiração para voltar aos bancos escolares


Lindomar é um dos 88 alunos que acabam de ingressar na Educação de Jovens e Adultos (EJA), na modalidade profissionalizante , do Serviço Social da Indústria (Sesi).

em Lages/SC             

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

Lindomar de Jesus Muniz, 44 anos, é um dos 88 alunos que acabam de ingressar na Educação de Jovens e Adultos (EJA), na modalidade profissionalizante, do Serviço Social da Indústria (Sesi). Ele encontrou no amor pelos filhos a inspiração para voltar a estudar.

A aula inaugural das duas turmas abertas em parceria com o Sindicato das Industrias de Serrarias Carpintarias e Tanoarias de Lages (Sindimadeira) ocorreu na terça-feira (11), no auditório do Serviço Nacional da Indústria (Senai). Participaram do evento alunos, professores, presidentes de sindicatos patronais filiados à Federação da Industria de Santa Catarina (Fiesc) e empresários do setor madeireiro.

Encarregado de setor na madeireira Tomazzi, em Lages, onde trabalha há sete anos, Lindomar não pensou duas vezes quando foi convidado por uma das gestoras da empresa para voltar a estudar. Conta que na hora lembrou quando os filhos, os gêmeos Eduardo e Thiago Bernadino Muniz, de 9 anos, alunos do 4º ano do ensino fundamental, pediram ajuda ao pai para o dever de casa e ele não soube ajudar.

“Naquele momento percebi que a oportunidade que a dona Denise estava me oferecendo mudaria minha realidade. Eu quero, preciso, vou aprender e poder ensinar meus filhos. Quero que eles tenham orgulho do pai”, disse emocionado aos filhos que lhe assistiam na plateia.

E é desta forma, gerando oportunidades de melhoria de vida, que a Fiesc, por meio de suas entidades e o Sindimadeira, cumpre seu papel no desenvolvimento dos trabalhadores da indústria. “Quando vimos a busca pelo conhecimento, também enxergamos a vida de alguém sendo transformada”, comemora a gerente regional Sesi/Senai na Serra Catarinense, Silvia De Pieri Oliveira.

O presidente do Sindimadeira, Paulo César da Costa, afirma que as corporações vivem um movimento colaborativo e todos devem fazer sua parte. “É gratificante para nós, enquanto gestores, oferecermos aos trabalhadores a oportunidade de ampliarem seus estudos. Temos a obrigação de estimular o espírito de garra e a força de vontade de melhorar”.

Entusiasta da educação, o vice-presidente da Fiesc para assuntos da Serra Catarinense, Israel José Marcon, acredita no aprimoramento profissional por meio da educação. “Se quisermos que a indústria brasileira e catarinense seja forte, desenvolvida e competitiva, devemos investir em educação. Só desta forma vamos competir de igual para igual com a indústria de países desenvolvidos”.




Aos 44 anos, Lindomar encontra nos filhos a inspiração para voltar aos bancos escolares Aos 44 anos, Lindomar encontra nos filhos a inspiração para voltar aos bancos escolares Reviewed by Lages Diário on junho 13, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.