A intenção do presidente e desembargador Rodrigo Collaço foi a de ouvir sugestões, identificar as principais carências e verificar como estão sendo desenvolvidas as propostas da atual gestão para melhoria do atendimento nas comarcas do Estado.

Por TAINA BORGES da ASCOM DO TJ-SC (COMARCA DE LAGES),
em Lages/SC  

📷 Taina Borges / TJ-SC
Os magistrados da Serra, Oeste e Meio-Oeste catarinense receberam a visita do presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), desembargador Rodrigo Collaço, nesta quinta-feira (9/5). A ideia foi ouvir sugestões, identificar as principais carências e verificar como estão sendo desenvolvidas as proposta da atual gestão para melhoria do atendimento nas comarcas do Estado. A reposição de servidores foi aprontada como um dos pleitos dos magistrados de primeiro grau.

Com a expectativa de aprovação de uma nova reforma previdenciária, aumenta o número de pedidos de aposentadoria. Além disso, nos últimos anos, o Judiciário teve uma redução na capacidade orçamentária, o que impediu a reposição dos funcionários que se desligaram dos cargos. O presidente diz que é preciso aguardar o movimento da receita no Estado para buscar resolver essa demanda. “Vamos tomar providências nesse sentido. Essa seria a maior contribuição para região”, afirma. 

Outro tema tratado foi a utilização de ferramentas tecnológicas para dar maior celeridade aos trabalhos no Judiciário. O e-proc, um sistema que está sendo gradativamente implantado, cuja utilização é considerada mais simples do que o atual, além de ser gratuita, vai agilizar a tramitação dos processos eletrônicos e ampliar a autonomia na definição dos fluxos processuais, de automações de rotinas e de modelos de expedientes. “Essas são soluções digitais que o TJSC vem disponibilizando para que o juiz possa julgar processos em quantidade maior”.

Em Lages, o diretor do Fórum Nereu Ramos, juiz Leandro Passig Mendes, foi o anfitrião do encontro que contou com a participação dos desembargadores Moacyr de Moraes Lima Filho, 1º vice-presidente do TJSC; Altamiro de Oliveira, 3º vice-presidente; e Roberto Lucas Pacheco, da Corregedoria de Foro Extrajudicial. Eles ainda estiveram em Caçador para uma conversa com os magistrados das regiões Meio-Oeste e Oeste.