Hoje a fila de espera está zerada. Este é o quarto mutirão realizado desde o final do ano passado.

Por ALINE TIVES da ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Arquivo / ASCOM PML
Um novo mutirão de consultas oftalmológicas, realizado pela Prefeitura de Lages, através da Secretaria Municipal da Saúde, vai contemplar pacientes que aguardam para o procedimento através do Sistema Único de Saúde (SUS). As consultas estão sendo realizadas desde domingo (28 de abril), tiveram continuidade na segunda e terça, e os atendimentos prosseguirão nesta quarta-feira, feriado de 1° de maio.

As consultas acontecem no segundo andar da Policlínica. O mutirão vem sendo realizado desde o final do ano passado, sendo que as primeiras consultas foram realizadas em dezembro. Voltaram a acontecer no final de janeiro e novamente início de abril. Este está sendo o quarto mutirão dentro da especialidade.

A primeira providência para quem deseja uma consulta oftalmológica, como em qualquer outra especialidade, é agendar uma consulta na Unidade Básica de Saúde do seu bairro. O clínico geral deverá fazer a triagem e encaminhar o paciente para a área da oftalmologia. Após essa etapa, será encaminhado para o Sistema de Regulação Nacional (Sisreg) e, a partir de então, o médico regulador dará prioridade conforme os dados clínicos. “Hoje, felizmente, estamos com a fila zerada. Todos os pacientes que ainda aguardavam por uma consulta foram atendidos nesta última etapa”, afirma o diretor de Atenção Especializada, Cezar Espanhol. Em todos os mutirões foram agendadas 6.701 consultas, tendo um índice de 22% de faltosos, significando que 1.489 pacientes não compareceram ao agendamento.

Antes da realização dos mutirões, os pacientes com demandas para esta especialidade levavam até dois anos para conseguir uma consulta, conforme informa Cezar. Na realidade atual, os pacientes conseguem agendar uma consulta com menos de um mês de espera. “Salientamos que em todos os mutirões as consultas eram realizadas nos sábados e domingos e, desta vez até no feriado, para que realmente o atendimento tenha agilidade”, comenta o Diretor.

Exames e procedimentos de alta complexidade e casos que dependem de cirurgias, como as da catarata, serão encaminhados ao Hospital São Francisco de Assis, na cidade de Santo Amaro da Imperatriz, na grande Florianópolis.