“Neste momento em que o Brasil está passando por discussões econômicas que podem mudar sua história expressivamente, nada mais nos dá orgulho em saber que Lages está nos trilhos certos. Esta é uma conquista de todos os lageanos” – Antonio Ceron.

Por DANIELE MENDES DE MELO* da ASCOM PML,
em Lages/SC 

📷 Pablo Gomes / ASCOM PML
Lages coleciona um portfólio de projetos tirados do papel com inclinação ao empreendedorismo. O Poder Público tem interferência direta nesta mudança de paradigma: facilitar a vida do empreendedor que escolhe Lages como celeiro de sua indústria, comércio e prestação de serviços, criando, consequentemente, o desenvolvimento do município e de sua gente. E pelos resultados alcançados parcial e definitivamente, o prefeito Antonio Ceron conquistou na noite desta segunda-feira (29 de abril), o Prêmio Prefeito Empreendedor e o Selo Prefeito Empreendedor, concedido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC), em solenidade realizada na sede do Sebrae, no Parque Tecnológico Alfa, em Florianópolis. “Uma cidade somente é feita de gente feliz se as famílias estiverem empregadas, com alimento na mesa e a engrenagem da geração de renda estiver rodando em bom ritmo. Lages é uma cidade universitária e da inovação que forma profissionais e empreendedores capazes de ter ousadia e criatividade para fazer a diferença no mercado de trabalho e nos negócios. E temos trabalhado firmemente para alcançar bons resultados, o que fazemos é para a posteridade. Este prêmio só aumenta nosso compromisso em deixar nossa marca no painel de colaboração ao progresso da cidade mais importante da Serra e oitava maior economia no ranking estadual. Neste momento em que o Brasil está passando por discussões econômicas que podem mudar sua história expressivamente, nada mais nos dá orgulho em saber que Lages está nos trilhos certos. Esta é uma conquista de todos os lageanos”, comemora o prefeito Antonio Ceron. O vice-prefeito Juliano Polese, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mário Hoeller de Souza e o gerente regional do Sebrae (Serra), Altenir Agostini, também prestigiaram o evento.

Quase 50 projetos de 34 municípios

Na mesma cerimônia foram conhecidos os finalistas do X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, da etapa estadual, no qual Lages conquistou o primeiro lugar. O município concorreu na categoria Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios, junto a Abdon Batista, Concórdia, Descanso, Florianópolis, Itapoá, Luzerna, São José e Timbó. Portanto, Lages é a primeira colocada pelas políticas públicas para o desenvolvimento de pequenos negócios. Com o Prêmio Prefeito Empreendedor, o Sebrae busca reconhecer a capacidade administrativa dos gestores públicos que tenham implantado projetos com resultados positivos, de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública.

No total 34 municípios catarinenses inscreveram 48 projetos em oito categorias da premiação estadual. Os vencedores estaduais conhecidos nesta noite, entre os quais, Lages, seguem para a etapa nacional em Brasília (programada para o dia 5 de junho).

Nesta 10ª edição, os prefeitos puderam se inscrever em oito categorias: Políticas Públicas para Desenvolvimento de Pequenos Negócios, Cooperação Intermunicipal para Desenvolvimento Econômico, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Empreendedorismo na Escola, Desburocratização e Implementação da REDESIMPLES, Inclusão Produtiva, e Apoio ao MEI.

As razões de Lages ser referência em Santa Catarina e ter levado o Prêmio

Lages, cidade polo e maior município da Serra em extensão e em contingente populacional, configura como o maior em extensão territorial de Santa Catarina, e alimenta uma parceria consolidada com o Sebrae por intermédio do Programa Cidade Empreendedora, composto por 34 ações, das quais podem ser evidenciados cinco grandes iniciativas já avançadas: Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), que aguça em crianças e adolescentes o gosto pelo feeling empreendedor através da teoria em salas de aula da rede municipal de ensino e do exercício de vendas e atração de clientes em simulações na instituição de ensino; o Plano Estratégico de Desenvolvimento Municipal (PEDEM), documento que deve preparar o futuro de Lages com segurança; o Plano de Gestão Estratégica Municipal (PGEM), sobre o qual gestores públicos da prefeitura e servidores estão debruçados na corrida por soluções e mudanças de métodos para otimizar procedimentos e enxugar gastos de recursos públicos; a Gestão Estratégica Orientada para Resultados (Geor), para mensuração de resultados, e a Sala do Empreendedor, inaugurada em março de 2018, mantida pela prefeitura,  com os serviços de informações para a abertura, alteração e baixa de empresas; formalização de Microempreendedores Individuais (MEIs); emissão de alvará, certidões e de guias diversas (inclusive a guia DAS-MEI - Documento de Arrecadação do Simples Nacional); declaração anual de faturamento (MEI); auxílio para emissão de notas fiscais; apoio, divulgação e incentivo para a participação das micro e pequenas empresas do município nas compras governamentais; orientação e auxílio na parte burocrática e documental para processos licitatórios, e cursos, capacitações e consultorias. 

Em Lages, o Programa Cidade Empreendedora basicamente explora três eixos: Educação empreendedora com a implantação do JEPP para mais de três mil alunos; a desburocratização, facilitando a abertura e encerramento de pequenos negócios, e o tema da gestão pública, principalmente a introdução de uma gestão orientada para resultados nos projetos da prefeitura, uma maneira de aprimorar a qualificação que atinja os mais de cinco mil servidores públicos municipais, com melhor qualidade dos serviços aos cidadãos. O município de Lages é reconhecido também pelas experiências com o surgimento e evolução destartups, principalmente as incubadas residentes ou virtuais no Orion Parque.

Mobilizações de impacto já em prática

Em 2017, primeiro ano da atual administração municipal, foi criado por Lei Municipal de autoria do prefeito Antonio Ceron, o Programa Lages Bem Mais Simples, que facilita o dia a dia dos empresários que apostam suas fichas de sucesso em Lages. Enquanto o tempo médio para abrir uma empresa no Brasil é de quatro meses, em Lages é de cinco dias parta negócios classificados como baixo risco. Portanto, garantida a baixa burocracia e sobra tempo para correr atrás de novos investimentos e para crescer, pois quem quer empreender deve ser aliado do relógio e todo minuto é precioso.

Todos os serviços são concentrados na Sala do Empreendedor, onde o empresário obtém todas as informações e se encaminham todos os processos, licenças e alvarás ao mesmo tempo em um único lugar, sem a necessidade de se deslocar a vários órgãos públicos, evitando transtornos e perda de tempo. São atendidos, em média, 30 pessoas diariamente. Os dados de janeiro de 2019, do Sebrae, apontam 1.290 atendimentos na Sala do Empreendedor.

A Lei do Lages Bem Mais Simples iniciou contemplando 282 atividades econômicas e atualmente já são 507. Lages é disparada a cidade em primeiro lugar no ranking estadual. A segunda colocada é Indaial, com 520, ou seja, menos da metade. São 6.500 Microempreendedores Individuais (MEIs) em Lages, que contam com todo o apoio, desde sua formalização, para crescer cada vez mais, tornando-se grandes geradores de emprego e renda.

Preocupação com terrenos utilizados para a real finalidade

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo atua na busca de terrenos para doação a empresas para instalação e ampliação. A reversão de áreas doadas em anos anteriores, atualmente inertes, é uma das formas de trabalho para colaborar com o desenvolvimento de quem realmente pretende construir um empreendimento de acordo com a Lei Municipal 3.626, dispondo sobre incentivos econômicos e fiscais para empresas que se estabeleçam, ampliem a capacidade produtiva, ou desenvolvam projetos de tecnologia e inovação.

Atenção ao empreendedor e capacitação para o trabalhador

Cursos para guiar e agregar à vida do empresário são oferecidos gratuitamente através da Sala do Empreendedor, O Programa Qualifica Lages Melhor oferece cursos gratuitos em diversas áreas de atuação. O Programa está sendo tão relevante que em 2017 foram capacitadas 378 pessoas, e em 2018 já foram 1.092.

Cidade próspera, gente trabalhando, consumo e dinheiro no bolso
Lages está entre as cidades de Santa Catarina que mais abriram empresas em 2019. Se comparados apenas dados dos três primeiros meses de 2018 e 2019, o município aparece como um dos maiores crescimentos do Estado. O número de empresas cresceu 28% em Lages.

Em 2017 foram 149 novas empresas; em 2018 181, e em 2019 já são 233. Os números são do primeiro trimestre de 2019, comparativo com 2018. Os dados são da Junta Comercial de Santa Catarina.

160 novos postos de trabalho formal em março e empresas chegando a Lages

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Lages abriu 160 novos postos de trabalho formal em março. O segmento que encabeça a maioria das vagas preenchidas é o da construção civil, seguida pela indústria de transformação. E o clima da empregabilidade anda bem. Inaugurada recentemente, a megaloja Havan admitiu cerca de 200 trabalhadores, a Berneck Paineis e Serrados S/A, em processo de instalação, deverá contratar 550 e o Fort Atacadista, com terraplanagem pronta, 250.diretos.