Na maioria dos estaduais, neste domingo (14), ocorrem os jogos de ida das finais. Em Santa Catarina, ocorre em jogo único as semifinais.

em Lages/SC 

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação

Neste domingo (14), ocorrem na maioria dos campeonatos estaduais, o primeiro jogo da final, sendo que nos principais deles, é formada por grandes clássicos do futebol brasileiro. No Paulistão tem o “Majestoso” entre São Paulo e Corinthians. No Rio, a final será no jogo das multidões, entre Vasco e Flamengo. No Mineiro, tem Raposa e Galo na decisão. Descendo até o Sul, a dupla “Grenal” voltam a duelar uma final após quatro anos. Em Pernambuco, a final será entre Náutico e Sport.

Para os torcedores, será um típico domingo de futebol com a emoção à flor da pele e, claro, a oportunidade de dar aquela zoada no amigo já no domingo à noite. Este, porém, será o primeiro jogo da final de muitos estaduais, com exceção do Campeonato Catarinense que terá uma semifinal, os demais campeonatos estaduais já estão no primeiro jogo da decisão.

“Majestoso” em São Paulo

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação

São Paulo e Corinthians se encontram para o primeiro jogo da final do Paulistão. Ambos com um significado especial em conquistar o título. O São Paulo tenta quebrar o tabu que já dura 14 anos sem ganhar o estadual, para isso, o tricolor do Morumbi deve contar com a força da torcida para lotar o Morumbi e com a juventude e habilidade da garotada para sair com a vantagem diante do Timão que decide na Arena Corinthians no próximo domingo (21).

Já o Corinthians também tem um motivo especial para conquistar o título. A equipe comandada por Fabio Carille tenta conquistar o tricampeonato paulista consecutivo, algo que não acontece há mais de 80 anos para o time alvinegro e assim se igualar ao Santos que já conquistou duas vezes o tricampeonato estadual consecutivo. Além disso, seria mais um título estadual para a galeria do Corinthians que já é isoladamente o maior campeão em São Paulo.




No Estadual mais “louco” do Brasil, a final é Vasco e Flamengo

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação

Considerado por muitos, um dos regulamentos mais loucos dos estaduais, o Campeonato Carioca terá a final entre Vasco e Flamengo, nada mais justo, já que ambos foram os campeões da Taça Guanabara (1º turno) e da Taça Rio (2º turno), respectivamente, mas que por um regulamento esquisito, ainda tiveram que jogar uma semifinal contra Bangu e Fluminense, respectivamente para garantir a vaga na final.

Passado os perrengues de regulamento, Vasco e Flamengo voltam a se encontrar em uma final de Estadual após cinco anos, a última vez foi em 2014, onde o Flamengo se sagrou campeão carioca. De lá para cá, Vasco e Flamengo conquistaram um carioca cada. Em 2018, o Vasco ficou no quase ao perder nos pênaltis para o Botafogo.

Clássico é clássico, mas olhando no papel, Flamengo é considerado favorito devido ao elenco que tem com um quarteto de fazer inveja a qualquer clube com Arrascaeta, Diego, Everton Ribeiro e Gabigol. Mas como dentro de campo é 11 contra 11, tudo pode acontecer.  




“Grenal” volta a uma decisão após quatro anos

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação
No Rio Grande do Sul, “Grenal” é disputado até em torneio de pebolim, imagina se não será decisivo e disputado do início ao fim em uma decisão de Campeonato Gaúcho. O primeiro jogo da final acontece neste domingo (14) no Beira Rio e tem tudo para ser um grande jogo.

Vivendo situações bem diferentes na Libertadores, onde o Inter se classificou e o Grêmio vive uma situação delicada para se classificar, no Estadual, a situação é diferente, ambos vem fortes e embalados, principalmente o Tricolor que sobrou no Estadual com várias goleadas uma atrás da outra, mas é dia de Grenal e para sair um vencedor vai ter que ser peleado e com muita raça do início ao fim.




Galo e Raposa decidem mais uma vez o Mineiro

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação

Em Minas Gerais, nos últimos dois anos, a decisão foi na principal dupla do Estado. Atlético Mineiro e Cruzeiro farão pelo terceiro ano consecutivo a final do Estadual e vivendo momentos bem diferentes. Apesar de estar bem no campeonato estadual, o Atlético-MG não vive uma situação tão tranquila assim na Libertadores e corre sério risco de ser eliminado. Já o Cruzeiro sobra nas duas competições e é o único time invicto no Brasil.

A chance de o Atlético-MG se motivar ainda mais é derrubando a invencibilidade do arquirrival neste domingo no primeiro jogo da final no Mineirão. A tarefa não será nada fácil, mas é decisivo e é clássico.




Pernambucano com decisão entre Náutico e Sport



No Nordeste, em Pernambuco mais precisamente, a final deste ano será entre Náutico e Sport, algo que não acontecia há cinco anos, onde em 2014, o Sport se sagrou campeão. De lá para cá, ambos conquistaram um título cada.

O primeiro jogo será no Estádio dos Aflitos e o jogo de volta no próximo domingo (21) na Ilha do Retiro.




Outros estaduais com decisão

Pelo Campeonato Goiano também tem clássico com Goiás e Atlético-GO. Os dois jogos da final serão realizados no Estádio Olímpico, sendo que no segundo jogo, o mando será do Goiás.

No Campeonato Paranaense, a final desta vez não será Atletiba, mas com um “azarão” na final decidindo contra o Athlético-PR. É o Toledo. O primeiro jogo será no Estádio 14 de dezembro e o jogo de volta na Arena da Baixada.

Outros dois clássicos não estarão presentes na decisão de seus estaduais. No Paraense, o tradicional “REPA” entre Remo e Paysandu ficará para outra oportunidade, pois quem garantiu vaga na final e irá decidir o principal estadual do Norte do País é o Remo contra o Independente-PA.

Já no Campeonato Baiano, a final será entre os “Bahias”, o Bahia encara o Bahia de Feira na final, o primeiro jogo será em Feira de Santana e o segundo jogo em Salvador na Arena Fonte Nova.

Catarinense com clássicos na semifinal

📷 Editoria de Arte / LD Comunicação
O regulamento do Campeonato Catarinense privilegiou a primeira fase e agora na parte decisiva sobrou poucas datas, por isso, infelizmente, o “Catarinão” terá somente jogo de ida nas semifinais e também um  jogo isolado na grande final, um grande desperdício, já que teremos uma semifinal de clássicos e é garantido um clássico na final.

Em uma das semifinais se encontram Chapecoense e Figueirense, o jogo será na Arena Condá, em Chapecó neste domingo. É o jogo que bota frente a frente os dois finalistas do Estadual de 2018 vencido pela equipe da capital.

Já na outra semifinal, Avaí e Criciúma se enfrentam na Ressacada, em Florianópolis. O Avaí não chega a uma final desde 2017 quando perdeu para a Chapecoense, mas é o time do Sul do Estado que está com um jejum maior, afinal não conquista o Catarinense há seis anos, quando aliás chegou pela última vez a uma decisão no estadual.

Ambos os jogos serão às 16h e a final será feita em jogo único sendo que a equipe que teve melhor campanha decide em casa.