No clássico nordestino, o Vozão venceu por 4 a 0.

Por GAZETA ESPORTIVA,
em Fortaleza/CE

📷 Divulgação
Ceará não teve dificuldade para estrear com vitória no Campeonato Brasileiro de 2019. O Vozão derrotou o CSA por 4 a 0 na primeira partida sob o comando do treinador Enderson Moreira. Ainda na etapa inicial, os mandantes marcaram seus dois primeiros gols, com Ricardo Bueno e Leandro Carvalho, e ainda contaram com a expulsão do goleiro João Carlos, da equipe alagoana. No segundo tempo, João Lucas e Ricardo Bueno, novamente, sacramentaram o placar.

Depois de consecutivas derrotas para o rival Fortaleza nas finais do estadual, o Ceará ganha moral para a sequência do Brasileirão. Na próxima rodada, o time viaja a Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro, na quarta-feira, às 19h15. Enquanto isso, o CSA, que sagrou-se campeão do Campeonato Alagoano, liga o sinal de alerta para os próximos jogos. Na quarta-feira, a equipe jogará contra o Palmeiras, no Estádio Rei Pelé, às 16h.

O jogo

Explorando muito os laterais, o Ceará começou pressionando o CSA e na primeira jogada bem construída quase abriu o placar. Samuel Xavier encontrou Ricardo Bueno dentro da área, que girou em cima da marcação e bateu para boa defesa de João Carlos. No rebote, Ricardinho finalizou de cobertura e Didira se esticou todo para tirar a bola em cima da linha.

O CSA respondeu com uma boa jogada pela direita, em cruzamento de Apodi na cabeça do atacante Patrick Fabiano. O jogador estava sozinho no lance, porém cabeceou mal e a bola quicou no gramado antes de sair por cima do travessão.

Aos 19 minutos, o Vozão abriu o placar em uma jogada ensaiada. Em escanteio batido pela esquerda, Samuel Xavier foi acionado livre, próximo ao vértice da área, e cruzou com perfeição para Ricardo Bueno cabecear no canto direito. A bola ainda bateu na trave antes de entrar no fundo do gol.

Precisando empatar o jogo, o time do CSA tentou se lançar à frente enquanto o Ceará esperava um contra-ataque. Na primeira oportunidade que teve, os mandantes ampliaram o marcador. Leandro Carvalho recebeu pela direita, driblou o adversário, que ficou no chão, e chutou rasteiro e cruzado para fazer o segundo do Vozão no jogo.

Mesmo com a vantagem no placar, o Ceará não diminuiu o ritmo e permaneceu atacando. Chico enfiou boa bola para Leandro Carvalho, que foi derrubado por Carlinhos. O juiz inicialmente marcou pênalti, porém, depois de consultar o VAR, mudou sua decisão.

O árbitro de vídeo voltou a entrar em ação no último lance do jogo, quando Samuel Xavier foi derrubado pelo goleiro João Carlos fora da área com uma entrada desproporcional no tornozelo do lateral. A princípio Adriano Milevski aplicou o cartão amarelo, entretanto consultou o VAR e optou por expulsar o arqueiro do CSA.

Mesmo com um a menos, o CSA tentou ser mais ofensivo na segunda etapa com a entrada de Madson. Mesmo assim, quem levou mais perigo foi o Ceará, que criou uma boa chance após jogada de Chico pela esquerda. O meia tocou para trás para a chegada de Carleto, que chutou de primeira e teve o azar de carimbar Ricardo Bueno, que estava à sua frente.

Com o jogo tranquilo, Enderson Moreira aproveitou para promover a estreia do atacante Bergson. O Ceará diminuiu o ritmo e o CSA voltou a ter uma oportunidade aos 32 minutos, com Matheus Sávio, que trouxe a bola da esquerda para o meio e bateu com curva, obrigando o goleiro Diogo Silva a fazer boa defesa no canto esquerdo.

Na sequência, o Vozão chegou ao seu terceiro gol. Bergson fez boa jogada pela direita, passando por um marcador e cruzou rasteiro para trás. Ricardo Bueno deu um toque de primeira para João Lucas, que havia entrado no lugar de Carleto, e o lateral-esquerdo bateu cruzado e rasteiro para vencer o goleiro.

Ainda deu tempo do Ceará aumentar: Bergson recebeu passe dentro da área, dominou já girando em cima da marcação e finalizou para defesa do goleiro. No rebote, Ricardo Bueno mostrou oportunismo para fazer o quarto do time e seu segundo gol no jogo.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 4 X 0 CSA-AL

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 28 de abril de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milevski (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Daniel Henrique Andrade (DF)
VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
AVAR 1: Rodrigo Ferreira (SC)
AVAR 2: Evandro de Melo Lima (SP)
Público: 12.550
Renda: R$ 107.024,00
Cartão Amarelo: –
Cartão Vermelho: João Carlos (CSA, 49 minutos do 2º tempo)
Gols:
CEARÁ: Ricardo Bueno (Ceará, 19 minutos do 1º tempo), Leandro Carvalho (Ceará, 30 minutos do 1º do tempo) e João Lucas (35 minutos do 2º tempo), Ricardo Bueno (43 minutos do 2º tempo)

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto (João Lucas); Fabinho, Auremir, Ricardinho (Fernando Sobral), Chico, Leandro Carvalho (Bergson) e Ricardo Bueno.

Técnico: Enderson Moreira

CSA: João Carlos; Apodí, Luciano Castán, Gerson e Carlinhos; Dawhan, Bruno Ramires, Didira (Madson) e Matheus Sávio; Robinho (Jordi) e Patrick Fabiano (Cassiano).

Técnico: Marcelo Cabo