Na Arena Condá, a Chape derrotou o Figueira por 1 a 0, enquanto em Florianópolis, Avaí e Criciúma decidiram a vaga nos pênaltis, melhor para o time azul e branco que garantiu a vaga ao vencer por 4 a 2.

Por GAZETA ESPORTIVA,
em Florianópolis/SC

📷 Tiago Ghizoni / Diário Catarinense
Avaí e Chapecoense vão disputar a grande final do Campeonato Catarinense. Neste domingo de clássicos pelas semifinais do estadual, a Chapecoense venceu o Figueirense, por 1 a o, na Arena Condá. Em um jogo muito equilibrado, o gol aos 14 minutos do segundo tempo foi suficiente para administrar o resultado. No outro clássico, Avaí e Criciúma, na Ressacada, empataram em 1 a 1 no tempo normal e a decisão foi para os pênaltis. 

O jogo que vai definir o campeão catarinense está previsto para o próximo domingo, às 16 horas (de Brasília). Por ter a melhor campanha, o Avaí irá decidir em casa, na Ressacada.

Chapecoense sofre, mas vence Figueirense e está na final

O Figueirense surpreendeu e começou a partida pressionando. A primeira grande chance veio com uma falta na entrada da área, mas Júlio Rusch chutou para fora. A Chapecoense reagiu bem e teve uma grande chance com Gum, que não conseguiu aproveitar o cruzamento. Victor Andrade sente dores na coxa direita e precisa ser substituído. Para seu lugar entrou Aylon. Os donos da casa seguiram no ataque.

Os visitantes ciaram mais chances no primeiro tempo. Após falha do jovem goleiro Tiepo em cobrança de escanteio, Matheus Lucas cabeceou para fora sem goleiro. Na sequencia, Aylon teve uma boa chance, mas a bola passou perto. Jogo equilibrado, com chances para as duas equipes.

A Chapecoense voltou mais ofensiva para o segundo tempo. Com seis minutos o time já havia tido três boas chegadas ao ataque. Aos 14 minutos, Everaldo abriu o placar para os donos da casa. Após cruzamento de Rildo, o atacante subiu bem para cabecear na rede de Denis.

Nos minutos finais, Mateus Lucas finalizou com perigo, mas Tiepo faz uma ótima defesa. O goleiro comemorou como um gol. A defesa garantiu a vitória da Chape e a vaga na final do Campeonato Catarinense.

Nos pênaltis, Avaí garante vaga na final do Catarinense

O Criciúma começou pressionado a saída de bola do Avaí, que pouco depois conseguiu reagir e equilibrar a partida. O jogo no meio campo foi muito equilibrado, as equipes não conseguiam criar boas chances. A primeira boa chegada foi do Avaí. Aos 15 minutos, Mateus Barbosa bate cruzado, mas a bola vai para fora. O Leão da Ilha passou a ter mais oportunidades, principalmente através da bola aérea. Porém, o primeiro tempo foi muito burocrático, com os dois times sem querer arriscar.

O segundo tempo começou mais movimentado. Logo aos dois minutos, Igor Fernandes chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro, para Daniel Amorim se antecipar a defesa e abrir o placar para o Avaí. Mas a vantagem durou pouco. Aos cinco minutos, Vinicius cruzou na medida para Léo Gamalho só empurrar para o gol.

Após os dois gols em um curto período de tempo, as equipes não arriscaram mais, e tiveram dificuldades para criar chances. O Criciúma conseguiu chegar aos 30 minutos, mas tocou fraco e desperdiçou a chance. Na sequência, Mosqueira driblou dois e chutou para fora, em boa chance para o Leão da Ilha. O jogo seguiu empata e foi para as penalidades.

Nas cobranças de pênalti, Lucas Frigeli foi o destaque, pegou dois pênaltis, e o Avaí converteu todas as quatro cobranças e garantiu vaga na final. Pelo Avaí, Gegê, João Paulo, Pedro Castro e Igor Fernandes converteram. Vinicius e Daniel Costa marcaram para o Criciúma.