Centro de Especialidades Odontológicas zera fila de espera de paciente com necessidades especiais e alerta sobre mudança no fluxo


Todas as Unidades Básicas de Saúde estão habilitadas para inserção de dados no Sisreg.

Por DANIELE MENDES DE MELO da ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 CEO /  Coordenação Saúde Bucal / Divulgação
As pessoas de todas as faixas etárias, desde bebês até idosos, têm amparo garantido e gratuito no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), em estrutura física (clínica) alugada pela prefeitura de Lages, localizada nas dependências da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), onde são atendidos de 800 a 900 pacientes por mês. Parte dos atendimentos diz respeito a pessoas com necessidades especiais, cuja fila de espera foi zerada no CEO, era em torno de 200, e a Secretaria da Saúde está no aguardo de novos. A agilidade permite que a consulta dos pacientes com necessidades especiais seja marcada já para a semana seguinte, depois de terem sido inseridos no Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), implantado recentemente também no CEO. Após o registro virtual há uma avaliação/regulação da demanda e, sequencialmente, o agendamento. O Sisreg consiste em um dos componentes da rede pública de saúde com a finalidade de atribuir maior transparência em relação às filas de espera para consultas, exames e cirurgias.

Crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos que estejam precisando deste tipo de atendimento no CEO devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBSs) de referência no seu bairro onde mora e passar por uma triagem. No caso de verificada a dificuldade no manejo deste paciente, o dentista oficializa a necessidade a partir de documento, seguindo para a regulação, após o paciente é agendando no CEO, em que o horário de suporte à população compreende das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h, o mesmo praticado pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Todas as Unidades de Saúde estão habilitadas para inserção no Sistema de Regulação (Sisreg). E onde não há dentista.

Então, atenção: “O agendamento não é mais feito diretamente no CEO, e sim através da UBS”, corrobora a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria, Priscila Nunes. Os pacientes devem apresentar Cartão SUS e Cartão da Família na Unidade. Uma parceria será firmada com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) para facilitar a assistência e o encaminhamento acontecer de forma direta. Todos os profissionais do CEO são custeados pelo Município, por intermédio também do Sistema Único de Saúde (SUS), são 24 dentistas e 14 auxiliares.

Estes pacientes que apresentam maior dificuldade de atendimento ambulatorial, a exemplo da paralisia infantil, distúrbios neurológicos, autismo e Síndrome de Down, e outros, com determinada resistência, são atenciosamente recebidos pela dentista Monica Moraes Orsatto, mestre em ortodontia e adequadamente especializada para dar atenção aos pacientes, com uma longa história de dedicação e tratamento afetuoso e com paciência por eles.

Técnica, carinho e humanização

O CEO oferece cirurgia buco-maxilo-facial, endodontia (tratamento de canal), atendimento a pacientes com necessidades especiais, pediatria e periodontia, além de clínicos gerais que atendem moradores de áreas descobertas de dentistas em Lages - Caça e Tiro, Centro, Frei Rogério, São Francisco, São José, Universitário, Vila Mariza, Vila Nova e interior (zona rural). Nestes casos, também o paciente deve comparecer à Unidade de Saúde com Cartão SUS e Cartão da Família para encaminhamento.

A enfermeira ou responsável irá acessar o Sisreg e incluir a demanda de agendamento, sem necessidade de o paciente sair do seu bairro e se dirigir ao CEO. Após, sua solicitação será classificada (urgência ou não). Os pacientes com necessidades especiais são agendados já para a semana seguinte.

Para os demais, a consulta pode levar de duas a três semanas para atendimento em qualquer uma das especialidades por conta da demanda. A endodontia tem a maior procura, lembrando que a fila foi reduzida de um ano para seis meses. Nos próximos dois meses a Secretaria da Saúde deverá reduzir este tempo ainda mais.

Referência para a região serrana, o CEO recebe pacientes de 13 municípios que encaminham seus moradores às especialidades. Portanto, os dentistas de Lages e das outras cidades inserem os dados dos pacientes no Sisreg, procedimento nacional do Ministério da Saúde (MS), os quais passam pela regulação e classificação para posteriormente serem atendidos. O gerente do Centro de Especialidades é Nedher Ali Dabbous.

Bebês no Centro de Especialidades?

Os bebês são recepcionados geralmente para ser feito o teste da linguinha, em que pode ser diagnosticada uma anomalia congênita de nome complicado, a anquiloglossia (freio lingual curto ou inserido muito próximo à ponta da língua), com uma incisão chamada frenectomia, um pequeno corte nestas situações de língua presa, assegurando uma vida normal de alimentação, linguagem e interação. Esta alteração pode também ser detectada pelo dentista da Unidade de Saúde.

Pronto-Atendimento Odontológico

No Pronto-Atendimento (P.A.) Tito Bianchini são disponibilizados os serviços do Pronto-Atendimento Odontológico, com atendimentos todos os dias da semana, 24 horas por dia, para casos de urgência, ou seja, quando o paciente apresentar queixa de dor forte e ininterrupta, ou a Unidade de Saúde não dispor de dentista ou, ainda, no caso da necessidade surgir fora do horário de atendimento habitual nas UBSs. 



Centro de Especialidades Odontológicas zera fila de espera de paciente com necessidades especiais e alerta sobre mudança no fluxo Centro de Especialidades Odontológicas zera fila de espera de paciente com necessidades especiais e alerta sobre mudança no fluxo Reviewed by Lages Diário on fevereiro 14, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.