Em todo o Litoral do Estado são mais de 27,5 mil casos registrados nesta temporada pelo Corpo de Bombeiros.

Por LD,
em Lages/SC

📷 Imbituba, no Sul do Estado, é a cidade que menos lesões por águas-vivas ocorreram em Santa Catarina, com oito casos. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina divulgou nesta quarta-feira (16), um balanço parcial das lesões ocasionadas pelo contato dos banhistas com as águas-vivas no Litoral de Santa Catarina nesta temporada de verão. Os dados foram coletados de outubro até a última segunda-feira, dia 14 de janeiro, e apresentou um total de 27,5 mil casos de lesões ocasionados pela espécie marinha no nosso litoral, sendo as praias de Balneário Arroio do Silva e Balneário Gaivota, no Sul do Estado, e praias da capital Florianópolis, as que mais registraram casos.


Segundo o Corpo de Bombeiros, o número chama a atenção devido a ser quase o total registrado em toda a temporada passada (outubro de 2017 a abril de 2018), onde foram registrados 37,9 mil lesões, mas mesmo com esses números, os dados estão dentro da média registrada nos últimos dez anos.  

A recomendação do Corpo de Bombeiros é de antes de se banhar, o banhista que está nas praias preste atenção as bandeiras lilás que estão colocadas em locais que há incidência de águas-vivas. Em caso de contato, a corporação orienta que o banhista procure um posto de guarda-vida mais próximo para os primeiros socorros, salienta ainda, que jamais coloque água doce, pois isso, potencializa a contaminação. Os Bombeiros orientam a passar vinagre no local.

Confira as praias com mais registros nesta temporada

·        Balneário Arroio do Silva: 5.496 lesões
·        Balneário Gaivota: 5.469 lesões
·        Florianópolis: 5.228 lesões
·        Passo de Torres: 3.436 lesões
·        Balneário Rincão: 2.479 lesões
·        Palhoça: 921 lesões
·        Governador Celso Ramos: 899 lesões
·        Araranguá: 872 lesões
·        Jaguaruna: 597 lesões
·        Garopaba: 497 lesões
·        São Francisco do Sul: 385 lesões
·        Bombinhas: 265 lesões
·        Laguna: 212 lesões
·        Itapoá: 139 lesões
·        Balneário Camboriú: 138 lesões
·        Barra Velha: 136 lesões
·        Penha: 93 lesões
·        Balneário Barra do Sul: 85 lesões
·        Itajaí: 41 lesões
·        Balneário Piçarras: 36 lesões
·        Navegantes: 31 lesões
·        Biguaçu: 25 lesões
·        Itapema: 22 lesões
·        Imbituba: 8 lesões

Total: 27.510 casos

Por região

Litoral Sul: 19.066 lesões
Grande Florianópolis: 7.073 lesões
Litoral Norte: 1.371 lesões