Motorista do caminhão que colidiu com ônibus de Lages estava bêbado, aponta PRE


Teste do bafômetro realizada no dia do acidente constatou 0,41mg/L de álcool no sangue do condutor de 58 anos. No acidente, seis pessoas morreram, sendo cinco no local e a sexta vítima morreu nesta segunda-feira (14).

Por LD,
em Lages/SC    

📷 Rádio Itapuã / Divulgação
                 
O motorista do caminhão-caçamba que colidiu contra a lateral do ônibus da Auto Viação Catarinense na madrugada da última sexta-feira (11) na PR-280 no Sudoeste do Paraná, estava dirigindo sob efeito de álcool. Foi o que constatou a Polícia Rodoviária Estadual do Paraná (PRE), que realizou no dia do acidente o teste do bafômetro com o condutor e o mesmo apontou a presença de 0,41 mg/L por litro de ar expelido pelos pulmões do caminhoneiro.

O caminhoneiro, de 58 anos, foi um dos feridos no acidente, sendo resgatado e encaminhado a um hospital em Pato Branco, no Sudoeste do Paraná. Após receber alta, foi preso por homicídio culposo e lesão corporal. No domingo (13), pagou fiança de R$ 4,9 mil e foi liberado. O nível de álcool no sangue e o descumprimento do Código Brasileiro de Trânsito são agravantes dos crimes.

O acidente

A colisão entre os dois veículos ocorreu por volta da 01h na PR-280, entre as cidades de Mariópolis e Clevelândia, no Sudoeste do Paraná. O ônibus da Catarinense saiu de Lages, na Serra Catarinense, por volta das 17h, com destino a Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. O ônibus estava com 30 passageiros, sendo que quatro passageiros juntamente com o motorista acabaram morrendo no local. A sexta vítima, a jornalista Francielle Gasparini, de Curitibanos, morreu na madrugada desta segunda-feira (14) em Pato Branco, onde permanecia internada na UTI em estado grave desde o dia do acidente.

De acordo com a Auto Viação Catarinense, três pessoas seguem internadas, mas não correm risco de vida.

A perícia apontou que o caminhão invadiu a pista contrária e acabou colidindo com a lateral do ônibus.



Nenhum comentário