Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos afirmou em vídeo que “menino veste azul e menina veste rosa”.

Por ANDRÉ BORGES do ESTADÃO,
em São Paulo/SP

📷 Damares Alves em reunião no Palácio do Planalto. (Foto: Marcos Correa / Presidência da República)

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, reagiu à divulgação de um vídeo amador publicado em redes sociais, no qual ela afirma que "menino veste azul e menina veste rosa".

Ao Estado, Damares disse que seu objetivo foi, de fato, fazer uma declaração contra a "ideologia de gênero", referindo-se à sexualidade das crianças. "Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores."


O vídeo, segundo a assessoria de comunicação de Damares Alves, foi gravado logo após o fim de seu discurso de posse, realizado na quarta-feira, 2, em Brasília (DF). Damares recebia um grupo de apoiadores em uma sala no ministério. Após aplausos e gritos de apoio, a ministra repetiu: "Atenção, atenção. É uma nova era no Brasil. Menino veste azul e menina veste rosa".

Em sua fala durante a posse, Damares reafirmou que pretende acabar com o "abuso da doutrinação ideológica de crianças e adolescentes no Brasil" e que "a revolução está apenas começando".