Serviço de drenagem em córrego e implantação de 12 galerias em rua do Guarujá resolverão problema depois da enxurrada de sábado


“Estamos em alerta com a meteorologia e agimos para prevenir eventuais dores de cabeça à população. Nossas máquinas e trabalhadores estão em diversas partes de Lages. Com a extensa dimensão do território urbano do município não é possível estar em muitos lugares simultaneamente, por isso elencamos as demandas mais graves”, Claiton Bortoluzzi.

Por DANIELE MELO da ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Toninho Vieira / ASCOM PML

Em vistoria ao bairro Guarujá, na manhã desta segunda-feira (17 de dezembro), em pontos atingidos pela forte enxurrada momentânea provocada pelo temporal de sábado (15), o secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, tomou uma medida emergencial para atenuar e solucionar o impasse, além de ter monitorado partes críticas pela cidade no final de semana. O alto volume de água da chuva, com acúmulo rápido perto de 40 milímetros em menos de uma hora, estrangulou o sistema de drenagem pluvial no Guarujá, que não suportou a carga e falhou, tendo sua eficiência prejudicada, situação agravada por obstáculos como residual de detritos naturais (galhos, folhas e terra), sujeira de lixo e entulho, provocando a interrupção do fluxo. A obstrução, consequentemente, causou alagamentos de moradias na região, água suja e lama entraram nas casas e provocaram transtornos aos moradores.

Foram então definidos os serviços emergenciais de início possível ainda nesta segunda com a equipe de drenagem, depois de verificados os principais entraves, como a limpeza completa e alargamento do córrego que cruza grande parte do Guarujá, o qual possui casas ribeirinhas e possui um mecanismo de drenagem insuficiente por causa da tubulação de baixa circunferência para a demanda.

Especificamente, na rua Frei Henrique de Coimbra, operários da Secretaria irão executar o alargamento de uma galeria que não suporta a vazão. No passado havia uma ponte de madeira no local e há cerca de três anos foi substituída por esta galeria.

A estrutura será duplicada a partir da manhã desta terça-feira (18) para evitar futuras inundações de residências. Ao longo de 18 metros de extensão serão colocadas 12 galerias de concreto de dois metros de largura por 1,5 metro de altura, paralelas à já existente. “Estamos em alerta com a meteorologia e agimos para prevenir eventuais dores de cabeça à população. Nossas máquinas e trabalhadores estão em diversas partes de Lages. Com a extensa dimensão do território urbano do município não é possível estar em muitos lugares simultaneamente, por isto elencamos as demandas mais graves”, pontua Bortoluzzi.

A base das galerias é feita com pedra basáltica (lascão), o mesmo tipo utilizado nas pavimentações asfálticas, depois há o aterro para cobertura, e revestimento por cima da rua com cascalho e pedra britada para passagem dos veículos. Embora não haja movimento intenso de carros neste endereço, para segurança dos servidores e desenvolvimento normal dos trabalhos, a via será interditada durante a semana até que o serviço esteja completo. A previsão é terminar até esta quinta-feira (20).

Outros serviços

A Secretaria de Planejamento e Obras trabalha de forma intensa devido a forte chuva de sábado (15), atuando nos resultados negativos do temporal e devolvendo à cidade sua rotina normal de mobilidade. Estão sendo atendidos os problemas mais urgentes em uma força-tarefa de desobstrução de bueiros, limpeza de valas, colocação de tubulação e substituição de tubos de diâmetro menor por maior.

As famosas chuvas de verão caem de repente pelas altas temperaturas do calor excessivo na Serra e formam grandes volumes em pouquíssimo tempo. As equipes da Secretaria estão aptas a responder aos chamados da população, porém, recomenda-se a compreensão da comunidade, pois estão sendo respondidos na medida do possível.



Nenhum comentário