Prefeito Ceron autoriza a chamada de 15 novos médicos para a saúde


Serão chamados 12 médicos de Saúde de Família para atuar nas Unidades Básicas de Saúde.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Keltryn Wendland / ASCOM PML

O prefeito Antonio Ceron autorizou nesta quinta-feira (18 de outubro), a chamada para contratação imediata de 15 novos médicos para aturem na rede municipal de saúde. Atualmente a Secretaria de Saúde de Lages conta com 173 médicos, entre efetivos, seletistas e autônomos.

Os profissionais, aprovados no processo seletivo realizado no final do mês de agosto, irão completar as equipes de Estratégia de Saúde de Família das Unidades Básicas de Saúde. Serão chamados 12 médicos de Saúde de Família, um médico (a) para a Vigilância Epidemiológica, um médico (a) Reumatologista para a Policlínica e também um médico (a) Otorrinolaringologista, aprovado no último concurso, para atuar na Policlínica.

“Esperamos que os médicos assumam o mais breve possível e permaneçam na função, pois assim como a população também esperamos ter nossas equipes completas e com isso melhorar ainda o atendimentos e os serviços ofertados”, destaca a secretária de Saúde Odila Waldrich.

18 de Outubro, Dia do Médico

A inteligência, humanidade e sensibilidade do médico Celso Anderson de Souza impressionam tanto quanto a sua trajetória de vida. Aos 91 anos de idade, o obstetra e ginecologista que atua no Centro de Estudo e Assistência à Saúde da Mulher (CEASM), da Secretaria de Saúde de Lages, possui um dos mais antigos registros no Conselho Regional de Medicina (CRM) do país. Após formar-se em medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1950, começou a atuar em Lages no ano de 1957. Estima-se que já realizou mais de 15 mil partos. Mesmo assim, afirma que “se sente mais clínico do que outra coisa”. Também foi um idealizadores do Sistema Único de Saúde, o SUS. Professor há 11 anos do curso de medicina da Uniplac, doutor Celso afirma que “ser médico é servir o semelhante para o mesmo ter condições de uma vida satisfatória. Não é somente investigar a parte física, mas a social e psíquica. É isso que repasso aos meus alunos, pois a função do médico é compartilhar a problemática humana”.





Nenhum comentário