Lages vibra ao recepcionar suas atletas das Leoas da Serra, as melhores das Américas


“Leoas, estaremos sempre aqui, por vocês, com vocês. Obrigada por tanta felicidade”, Antonio Ceron.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML

Aos gritos de “campeones”, as jogadoras do Leoas da Serra desfilaram em carro aberto na tarde desta terça-feira (16 de outubro) pelas principais ruas e avenidas do Centro e do Coral, depois de abocanhar a tão cobiçada Copa Libertadores da América de Futsal Feminino no domingo, em Assunção, capital do Paraguai. As meninas não desgrudavam da imponente Taça e das medalhas, e dançavam ao som do hino das Leoas na companhia da mascote Lelê, a leoa baia charmosa, adorada pelas crianças. Das janelas e frentes de casas, escolas e estabelecimentos comerciais, torcedores se arrepiavam ao acenar para as melhores do continente americano. Crianças e adultos, vestidos com camisas do Brasil e das Leoas, segurando bandeiras de Lages, ovacionaram as atletas, entre sorrisos e assobios numa data histórica para o esporte de Lages.

Logo na concentração no pátio da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), torcedores convidavam as atletas a posarem para selfies nos celulares e logo embarcaram para acompanhar os trajetos. Duas das fanáticas pelo time eram Solange Alves e a neta Alice Dalpiaz, de cinco anos. A pequenina veio de Florianópolis, onde mora com a família, exclusivamente para assistir ao desfile das garotas de vermelho. “Ela chegou sexta passada e vai ficar para ver o jogo delas na Copa Santa Catarina, que começa na próxima quinta, em Lages. Este passeio vai ser inesquecível na vida dela”, comemora a avó, que faz questão de dizer de quem é vizinha. “Moro na frente da casa da Amadinha e da Jhenni, aqui no Universitário”, revela empolgada.

O gosto pelo futebol de salão na é à toa. Alice Dalpiaz é filha do jogador de futsal Fio Martins, que atualmente joga em Lajeado (RS), pela Associação Lajeado de Futsal (Alaf), atleta que já passou pelo Caça e Tiro, Joinville e Chapecó. Além do filho Fio, Solange tem outra estrela do esporte na família: o genro Rafael, um dos astros dos Jogos Comunitários de Lages (Jocol) nas quadras e no campo.

Numa receptividade digna de heróis protagonistas de grandes feitos, as atletas presenciaram o sorriso e o brilho no olhar das pessoas na Praça João Ribeiro (Praça da Catedral). “Sempre deixamos nítido nosso amor pelo esporte e pela construção de cidadania que este promove as nossas crianças e adolescentes. Feliz da cidade que tem boas referências, bons exemplos a serem seguidos, longe de vícios e de perigos. Feliz de Lages, que tem hoje um time tão sólido e promissor. A administração municipal tem o dever de cuidar do esporte. As Leoas são um espelho e estamos a postos para aplaudir, em pé, a evolução do futsal. Leoas, estaremos sempre aqui, por vocês, com vocês. Obrigada por tanta felicidade.” O vice Juliano Polese e o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Nilson Cruz, bem como secretários municipais, também prestigiaram a celebração.

A melhor do mundo por quatro vezes consecutivas, a cearense Amandinha, tricampeã da Libertadores, desabafou minutos antes de subir ao caminhão dos Bombeiros manifestando que, apesar da experiência em primeiros lugares, ser uma Leoa da Serra tem, sim, seu gostinho espacial. “Nenhum sentimento é capaz de explicar a conquista do maior título que existe dentro da América. Tantas vitórias em tão pouco tempo de projeto, fruto de um trabalho intenso, da dedicação de patrocinadores e apoiadores que acreditam na transformação proporcionada pelo esporte. É uma grande luta atrás de recursos, de apoio.”

Amanda ainda completa: “Agora temos ainda mais visibilidade, mostramos nossa habilidade em administrar partidas, demos o nosso melhor nesta Copa. Toda campanha que aparece é como a melhor de todas. Estou feliz, estou orgulhosa demais. Vamos trabalhar focadas em deixar Lages no topo do esporte o maior tempo possível. A energia passada por todas estas pessoas em todo o circuito e na Praça da Catedral massageiam nossa alma e nos tornam ainda mais especiais. O título é de toda Lages.”

Sua colega, a goleira paulista Bia, há três anos em Lages, lembra dos jogos bonitos e da continuidade de um trabalho profissional à altura da expectativa técnica e da paixão de quem vive em Lages. “A Libertadores me dá a sensação de que todo o esforço, todo suor e saudade de casa e do abraço das crianças do projeto social das escolinhas valeu a pena. Dentro de quadra é claro que nos dá uma pontinha de medo, mas é este mesmo medo que nos empurra para frente e em busca de ser cada vez melhor. Este carinho do povo de Lages é maravilhoso.”

Um minuto de silêncio por Diego

Em determinado momento das homenagens, o público silenciou a festa por um minuto em respeito ao atleta do Lages Futsal, José Diego dos Santos, falecido no início da tarde desta terça, aos 25 anos, em decorrência de um traumatismo craniano encefálico durante um treino há uma semana. Ele estava internado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

O rapaz estava se preparando para o primeiro jogo das quartas de final do segundo turno da Liga Catarinense de Futsal, contra Saudades. Em um dos lances, ele tentou dominar a bola, perdeu o equilíbrio do pé de apoio e caiu, batendo a cabeça, com sangramento pelo ouvido.

Uma máquina de fazer gols

Depois de brilhar no mais alto lugar do pódio na Libertadores da América, invictas na competição que teve duração de oito dias (7 a 14 de outubro), as atletas entram para a história com o saldo de 49 gols em seis jogos.

Orquestradas pelo técnico Esquerda e pela presidente Gi Morenna, o grupo teve como artilheira de Lages, Diana, com dez gols. A prefeitura de Lages foi uma dos grandes parceiros das Leoas da Serra, incluindo na cobertura dos jogos direto de Assunção e transmissões de todos os jogos das meninas via Facebook.

Quer aplaudir e torcer pelas Leoas de novo?

Apesar de toda a festa em torno do 1º lugar na Libertadores, as Leoas já têm agenda de compromisso para a próxima semana. A Copa Santa Catarina de Futsal Feminino (categoria adulto) será realizada nos dias 25, 26 e 27 de outubro (quinta-feira, sexta e sábado), no Ginásio Municipal Jones Minosso. Até então as equipes confirmadas são Leoas da Serra, Female de Chapecó, Criciúma e Serra Alta.

A disputa será no sistema todos contra todos.

O campeão será decidido por pontos corridos, porém, a Federação deverá confirmar para a última rodada, no sábado, o jogo entre Leoas e Female, as favoritas da competição e fazem o clássico estadual.  Em dezembro, os dois primeiros da Copa Santa Catarina se enfrentarão em ida e volta para decidir o campeão catarinense. Portanto, o campeonato estadual terá duas etapas: Copa Santa Catarina e as finais.

Três anos, inúmeros prêmios

Fundada em fevereiro de 2015, a Associação Leoas da Serra surgiu com o propósito de unir o esporte feminino de alto rendimento à inclusão social de meninas. Nas quadras, o destaque foi nos Joguinhos Abertos, com o 4º lugar, e nos Jogos Abertos, com a medalha de prata. Em 2016 chegou o primeiro título: Campeã Catarinense Sub 20 de Futsal Feminino.

Em 2017, os seguintes títulos foram abraçados: Campeã da Copa do Brasil, dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e da Taça Brasil Sub 20. Em 2018 as Leoas já conquistaram cinco: Copa Sul Brasileira, Supercopa de Futsal, Jogos Universitários Catarinenses (Jucs), bicampeonato dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Taça Libertadores da América.



Nenhum comentário