PM: Operação Inverno está consolidada na Serra Catarinense


Com o encerramento da operação, Polícia Militar avalia o trabalho realizado em cerca de três meses em seis municípios com maior movimentação turística.

Lages/SC 

📷 Polícia Militar / Divulgação

A terceira e última fase da Operação Inverno, realizada pelo 6º Batalhão de Polícia Militar, encerrou no dia 31 de agosto na Serra Catarinense. Esse foi o segundo ano do trabalho na região com foco na intensificação do policiamento nas cidades com maior demanda turística. O objetivo foi combater a criminalidade e gerar mais segurança para o turista e comunidade. As atividades coordenadas na Serra de Santa Catarina, o números de policiais envolvidos e o período de execução colocam a Operação como uma das mais complexas do Estado.

Iniciada no começo de junho, a terceira etapa da Operação ocorreu em São Joaquim, Urubici, Urupema, Bom Retiro e Bom Jardim da Serra. Além dos policiais que já atuam nessa região, os trabalhos ganharam o reforço de profissionais de Lages e Otacílio Costa. As guarnições percorrem mais de 7,5 mil quilômetros de estrada, onde foram realizadas barreiras policiais, abordagens em bares e visitas preventivas em estabelecimentos e pontos turísticos. Nesse período, cerca de 900 pessoas foram abordadas.

Somente nas barreiras, mais de 100 autuações foram confeccionadas e mais de 400 veículos abordados. Em 2017 havia sido cerca de 250 abordagens veicular.  “Um a cada quatro veículos da região serrana está com algum tipo de irregularidade, seja no documento do carro ou do proprietário ou algo relacionado ao transporte de droga e arma de fogo”, frisa o comandante da PM em São Joaquim, tenente Guilherme Wolf.

Para a Secretária de Turismo de São Joaquim, Sara Dutra Corrêa, os ganhos vão muito além da diminuição dos índices criminais “A Operação Inverno tem sido um diferencial para os turistas que visitam a Serra Catarinense. O aumento do efetivo é perceptível e dá ao turista e também a comunidade local uma sensação maior de segurança. Ter os policiais militares como parceiros auxiliando e orientando os turistas faz com que se sintam ainda mais satisfeitos em relação ao destino turístico e isso é essencial para que voltem a visitar nossa região”.

Pioneirismo em Santa Catarina

O 6BPM foi pioneiro no Estado com um trabalho de atendimento e preocupação com o turista. Foi em Lages que ocorreu o primeiro Curso Operacional em Ambientes Turísticos formando 34 policiais. Mesmo com o resultado positivo apresentado pelos números e a recepção por parte das autoridades, empresários do ramo e turistas, a operação doo ano que vem já começa ser pensado.

“Essa é uma operação consolidada e alinhada com as necessidades da região serrana para um turismo diferenciado de inverno. Vamos apresentar os dados para os escalões superiores, mas já estamos pensando no aprimoramento do modelo para os anos posteriores”, destaca o comandante do 6ºBPM, tenente-coronel Alfredo Nogueira dos Santos.

Etapas da operação

A primeira fase começou na abertura do Recanto do Pinhão, no dia 19 de maio. Durante a Festa Nacional do Pinhão os trabalhos foram intensificados com a chegada de policiais de diversas partes do estado. Esta foi a segunda etapa da Operação Inverno, que neste ano contou com a utilização de câmeras de monitoramento no Parque Conta Dinheiro. Já a terceira fase foi realizada na região de São Joaquim com atividades em cinco municípios.



Nenhum comentário