Estudantes do Senai Lages participam da seletiva nacional da WorldSkills e trazem medalhas


O evento ocorreu neste mês em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e reuniu os 30 melhores competidores do país.

em Lages/SC

📷 Arquivo Senai

Os estudantes Lucas Rafael da Silva Lima e Guilherme Ribeiro Pereira, alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em Lages, são medalhistas da seletiva nacional da maior competição de educação profissional do mundo, a WorldSkills.

O evento ocorreu no mês de setembro em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e reuniu os 30 melhores competidores do país. Apenas oito finalizaram a prova, entre eles, os estudantes do Senai. Os jovens trouxeram para Lages o quinto lugar nas categorias de instalações elétricas prediais e controle industrial.

Nessas disputas, os participantes realizam provas que duram 20 horas e simulam situações reais do mundo do trabalho em suas profissões e são avaliados pelos conhecimentos, habilidades e atitudes que demonstram. Lucas também conquistou medalha de excelência por ter obtido boa pontuação e qualidade da prova. “É difícil porque a prova é surpresa e na hora você tem que utilizar todo o teu conhecimento, manter a calma e a concentração”.

Guilherme conta que na categoria dele, controle industrial, os módulos eram pré-requisitos uns dos outros. A tarefa era semelhante a predial, só que voltada para a indústria. Primeiro precisava colocar a estrutura na parece, depois fazer a programação, montar os circuitos, o software da máquina e, por último, encontrar defeitos e apontar as soluções. “A maior dificuldade era adaptar, naquele momento, o meu conhecimento para tornar o projeto funcional com os materiais que eu tinha à disposição”.

Esta é a terceira vez que o Senai Lages se classifica para uma seletiva do WorldSkills. O docente treinador, Kallyl Granemann Pereira, participou da competição quando ainda era aluno da instituição de ensino. “A prova é a hora de o estudante colocar seu conhecimento e habilidades em prática. Ter atitude e tomar iniciativa para uma ação rápida de forma a conseguir concluir a tarefa proposta”.

O diretor regional do Senai na Serra Catarinense, Telmo Coelho, destaca que a competição é uma vitrine de talentos e a porta de entrada para as maiores empresas do país e do mundo. “Esses estudantes são jovens talentos que demonstraram suas competências técnicas adquiridas ao receber uma educação de qualidade que faz a diferença na vida das pessoas e da indústria”. 



Nenhum comentário