Corinthians e Cruzeiro fazem final inédita da Copa do Brasil

Time paulista vence Flamengo em Itaquera e tenta o tetra. Já Cruzeiro, empata com Palmeiras, no Mineirão, e como havia vencido no primeiro jogo, chega a final em busca do hexa.

em Lages/SC

📷 Pedrinho comemora gol na semifinal contra o Flamengo. (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Os finalistas da Copa do Brasil estão definidos! Corinthians e Cruzeiro fazem o duelo inédito na competição após ambos eliminarem nas semifinais, Flamengo e Palmeiras, respectivamente. O campeão deste ano irá embolsar R$ 50 milhões como premiação oferecida pela CBF. As finais devem ser realizadas nos dias 10 e 27 de outubro, sendo que o mando de campo será definido nesta quinta-feira (27) às 14h30 na sede da CBF, no Rio de Janeiro


Corinthians garante classificação e busca o tetra

Corinthians e Flamengo após terem empatado no primeiro jogo no Maracanã em 0 a 0 começaram em busca do gol e quem abriu o placar foi o Corinthians com o lateral esquerdo Danilo Avelar que recebeu na pequena área e bateu de primeira aos 13 minutos. Não demorou muito, e o Flamengo chegou ao empate após gol contra do zagueiro Henrique.

No segundo tempo, nem bem tinha entrada em campo, apenas 38 segundos, o garoto Pedrinho fez o seu primeiro gol com a camisa do Corinthians, o gol da vitória e da vaga na final para o Timão que chega em busca do quarto título da competição.

Em jogo tenso, Cruzeiro empata com Palmeiras, mas classifica

📷 Vinnicius Silva / Cruzeiro

Em Belo Horizonte, o Cruzeiro abriu o placar com Barcos, na primeira etapa. No primeiro duelo das equipes em São Paulo, o time mineiro já havia vencido por 1 a 0. No segundo tempo, o time alviverde empatou com Felipe Melo de cabeça, o time ainda tentou muito, mas não foi o suficiente para conseguir a classificação e colocar a equipe celeste na busca do hexacampeonato e assim tentar se isolar como o maior campeão da competição.

Após o apito final, uma confusão tomou conta, com troca de socos entre atletas das duas equipes: Mayke e Diogo Barbosa, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro acabaram sendo expulsos.




Nenhum comentário