Câmara da Fiesc trata de tecnologia e inovação para aumentar a competitividade na Serra


A reunião ocorreu nesta segunda-feira, 9, no Órion Parque Tecnológico

Do CATARINAS COMUNICAÇÃO,
em Lages/SC

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

As reuniões itinerantes da Câmara de Tecnologia e Inovação da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) vêm levantando questões importantes acerca da busca de alternativas para o aumento da competitividade e desenvolvimento da economia nas diversas regiões de Santa Catarina. Nesta segunda (9), foi a vez de a Serra Catarinense receber o encontro para discutir sobre o setor. As atividades ocorreram no Órion Parque Tecnológico.

O presidente da Câmara de Tecnologia e Inovação, Alexandre d’Ávila da Cunha, destacou a importância de diagnosticar os gargalos produtivos da indústria. “Com esses encontros temos a possibilidade de compreender melhor como cada região vem se comportando no que trata do avanço tecnológico e o uso de algumas ferramentas. Com a criação de grupos de trabalhos segmentados, as discussões e troca de informações ganham mais força”.

Na oportunidade, o professor Marcos Schimalski, do curso de Engenharia Florestal da Universidade de Santa Catarina (Udesc), falou sobre os desafios tecnológicos dos setores industriais da região serrana. Ele apresentou parte de um estudo feito pela instituição em parceria com o Sindmadeira sobre as florestas plantadas na Serra Catarinense. O levantamento permite localizar as florestas a partir de imagens detalhadas de satélite.

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

O ecossistema do setor de tecnologia e inovação na região foi apresentado pela vice-presidente do Órion Parque, Nelissa Colossi Branco.  Já o analista de inteligência industrial do Observatório da Indústria Catarinense, Juliano Pacheco, falou do panorama econômico brasileiro e catarinense. Ele mostrou aos participantes o site portalsetorialfiesc.com.br, que é uma ferramenta que monitora os principais fatores que afetam a competitividade industrial em Santa Catarina, analisa o desempenho econômico e as tendências tecnológicas dos setores estratégicos com informações do mercado nacional e análise comércio mundial.

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

Para o vice-presidente da Fiesc para a Serra Catarinense, Israel Marcon, o encontro motivou setor. “Esse foi um estímulo a mais para avançarmos nas questões tecnológicas e de desenvolvimento da competitividade das nossas indústrias. A Federação, com suas Câmaras Setoriais, busca isso, fomentar as discussões e com apoio técnico”.

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

Nenhum comentário