Bélgica consegue virada no último lance contra o Japão e agora pega o Brasil

Japoneses chegaram a estar vencendo por 2 a 0, mas sofreram gol da virada faltando dez segundos para o fim o término dos acréscimos.

Do ESPN.com.br,
em Arena Kazam, RÚSSIA

📷  Fellaini comemora seu gol contra o Japão. (Foto: Getty Images)
A zebra quase passeou em Rostov, nesta segunda-feira (02/07).

O Japão chegou a abrir 2 a 0, mas viu a Bélgica conseguir uma virada sensacional por 3 a 2 no último lance da partida. O adversário nas quartas de final será o Brasil, em jogo que será realizado na Arena Kazan, nesta sexta-feira (06/07), às 15h (de Brasília).

O Japão abriu o placar no começo do segundo tempo. Aos dois minutos, Inui puxou contra-ataque e passou para Kagawa. O camisa 10 lançou a bola para Haraguchi, que contou com falha de cobertura de Vertonghen e invadiu a área. Ele teve frieza e chutou cruzado, no canto direito de Courtois.

O segundo gol saiu apenas quatro minutos depois. Após lançamento na área da Bélgica, Kompany afastou a bola, que sobrou para Kagawa. O camisa danço para cima da marcação e passou para Inui, que acertou um lindo  chute da entrada da área, sem chances para o arqueiro.

O primeiro gol da Bélgica saiu quase sem querer. Após escanteio na área japonesa, Kawashima afastou de soco e a defesa chutou a bola para o alto. Vertonghen pegou a sobra de cabeça e tentou cruzar, mas mandou de cobertura por cima do goleiro.

O empate veio aos 28 minutos. Hazard cruzou na área, e Fellaini, que entrou no segundo tempo, subiu mais alto do que a defesa japonesa e mandou para o gol.
A Bélgica continuou a tentar cruzamentos na área para levar perigo ao gol japonês. Aos 38, Chadli cabeceou e Kawashima espalmou. Logo em seguida, a bola voltou para a área e Lukaku mandou outra vez de cabeça, mas o goleiro japonês mandou para escanteio.

O gol da vitória belga ocorreu no último lance do jogo. Aos 48, eles puxaram o contra-ataque com De Bruyne depois do escanteio do Japão. O meia do Manchester City tocou para Meunier, que cruzou na área. Lukaku fez o corta-luz e deixou Chadli sozinho para o fundo do gol. 

FICHA TÉCNICA
BÉLGICA 3 X 2 JAPÃO

Local: Arena Rostov, em Rostov (Rússia)
Data: 2 de julho de 2018 (segunda-feira)
Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Malang Diedhiou (Senegal)
Assistentes: Djibril Camara (Senegal) e El Hadji Samba (Senegal)
Público: 41.466 
Cartões amarelos: (Bélgica) Gaku Shibasaki (Japão)
Cartão vermelho: não teve

GOLS:
BÉLGICA: Jan Vertonghen, aos 25, Marouane Fellaini, aos 28, e Nacer Chadli, aos 49 do segundo tempo 

JAPÃO: Genki Haraguchi, aos dois, e Takashi Inui, aos seis da segunda etapa7

BÉLGICA: Thibaut Courtois; Toby Alderweireld, Vincent Kompany e Jan Vertonghen; Thomas Meunier, Kevin de Bruyne, Alex Witsel e Yannick Ferreira-Carrasco (Nacer Chadli); Dries Mertens (Marouane Fellaini), Eden Hazard e Romelu Lukaku 

Técnico: Roberto Martínez

JAPÃO: Eiji Kawashima; Hiroki Sakai, Maya Yoshida, Gen Shoji e Yuto Nagatomo; Takashi Inui, Gaku Shibasaki (Hotaru Yamaguchi), Genki Haraguchi (Keisuke Honda) e Makoto Hasebe; Shinji Kagawa e Yuya Osako 

Técnico: Akira Nishino

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Transul demite funcionário que fez ofensas a passageiros idosos

Bombeiros auxiliam jovem que deu a luz em casa no bairro Guarujá