Ações alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil começam nesta terça-feira


Ao decorrer da programação serão desenvolvidas rodas de conversa com famílias, crianças e adolescentes que participam das atividades dos Cras’s e Creas’s com a rede intersetorial.

Por ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Divulgação

Para marcar o dia 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, a Secretaria de Assistência Social e Habitação, através do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil (Peti), em conjunto aos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas’s) e os Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s), iniciará na próxima terça-feira (12 de junho) a primeira atividade da programação com uma mobilização na Praça João Costa, no Calçadão de Lages, às 11h.

Segundo a coordenadora do Peti, Mariana Coelho, o principal objetivo do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é conscientizar a população sobre a realidade do trabalho infantil. “Atualmente muitas crianças e adolescentes estão em situação de exploração do trabalho e por conta disso não estão usufruindo de direitos essenciais como à educação, saúde e o lazer. Nossa atuação consiste em identificar esse público e inseri-lo nos serviços da rede socioassistencial e das demais políticas públicas”, diz Mariana.

Segundo a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), criado em 1990, ficou estabelecido que todo trabalho infantil é proibido no país para crianças e adolescentes com idade inferior a 16 anos, exceto a partir dos 14 anos e na condição de aprendiz, desde que não comprometa a atividade escolar. Ao suspeitar ou ter conhecimento que uma criança ou adolescente abaixo da idade permitida esteja trabalhando, denuncie gratuitamente através do disque 100 e/ou Serviço de Abordagem Social do Município de Lages (49) 98406-2980 ou (49) 99921-1125.



Nenhum comentário