Prefeito Ceron institui Gabinete de Crise em Lages devido à greve dos caminhoneiros


O Gabinete de Crise fica instituído enquanto durar a paralisação dos caminhoneiros e é constituído pelo Prefeito, Vice-Prefeito, Câmara de Vereadores e forças estaduais e nacionais de segurança.

Por ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Onéris Lopes / Divulgação

O prefeito Antonio Ceron assinou no final da tarde desta segunda-feira (28 de maio) o Decreto nº 17.215 que institui o Gabinete de Crise no Município em decorrência do desabastecimento ou escassez de insumos no âmbito municipal devido à afetação da prestação dos serviços com a paralisação dos caminhoneiros.

De acordo com o prefeito Ceron este decreto leva em consideração o desabastecimento de combustíveis e produtos de necessidades básicas, com base em dados repassados pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil e demais Secretarias Municipais.

O Gabinete de Crise fica instituído enquanto durar a paralisação dos caminhoneiros e é constituído pelo Prefeito, Vice-Prefeito, Câmara de Vereadores e forças estaduais e nacionais de segurança. “Cabe a este Gabinete avaliar a situação gerada pela greve dos caminhoneiros e seus reflexos para o funcionamento da Administração Municipal. Dependendo do caso poderemos adotar medidas emergenciais para minimizar os impactos da paralisação”, explica o prefeito.

Este Gabinete de Crise se reunirá diariamente, a partir desta terça-feira (29 de maio) ou em situações extraordinárias.

Na tarde desta segunda-feira, o prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese participaram de uma reunião da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) e por unanimidade ficou decidido que em todas as escolas municipais da Amures as aulas estão suspensas nesta semana.



PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Bombeiros auxiliam jovem que deu a luz em casa no bairro Guarujá