SCPar Porto de Imbituba repassa mais de R$ 150 mil para entidades lageanas


Recursos contemplam Escola Leoas da Serra, Orquestra Sinfônica de Lages, Orquestra SOL e Coral da ALAM, Grupo Sapateados e Sarandeios e Fundo Municipal da Pessoa Idosa de Lages.

Por ASCOM PML,
Lages/SC

📷 Nilton Wolff / O Goleador

Em cerimônia realizada no auditório Mario Augusto de Sousa na Fundação Cultural de Lages (FCL) nesta terça-feira (27 de fevereiro), a SCPar Porto de Imbituba formalizou a entrega de certificados de recursos a cinco entidades de Lages.

Escola Leoas da Serra, Orquestra Sinfônica de Lages, Orquestra Sinfônica SOL e Coral ALAM (Associação Lageana de Apoio ao Menor), Grupo de Projeção Folclórica Sapateados e Sarandeios e o Fundo Municipal da Pessoa Idosa de Lages foram as cinco entidades beneficiadas com recursos de projetos socioculturais que totalizam cento e cinquenta e um mil reais.

O Porto de Imbituba está localizado no Centro-Sul do Estado de Santa Catarina, cuja Autoridade Portuária é exercida desde dezembro de 2012 pela empresa pública estadual SCPar Porto de Imbituba S.A., subsidiária do acionista único SC Participações e Parcerias.

O diretor administrativo da SCPar Porto de Imbituba, Marcelo Schlichting, lembrou que entre 2015 e 2017 o Porto já beneficiou entidades socioculturais com recursos que chegam a R$ 1.500.000,00. “Lembro que o ex-presidente da SC Par, Paulo Cesar da Costa foi um dos responsáveis que nesse período, entidades lageanas fossem contempladas com recursos. Recursos esses que são provenientes de resultados de projetos socioculturais sob leis como a Rouanet, por exemplo”, informa.

Presidindo a mesa de autoridades, o prefeito Antonio Ceron ressaltou a importância da representatividade lageana no estado para que os recursos fossem garantidos para as entidades de Lages. “Lages garante esses recursos pela importância dos projetos da cultura, esporte e de assistência, pela competência de seus gestores e pela nossa representatividade no estado, e aqui estão o deputado Gabriel Ribeiro e Paulo Cesar da Costa que são essenciais para estas conquistas, são lageanos que atenderam ao pleito da comunidade. Nosso agradecimento ao Porto de Imbituba”, comenta.

Depois de receber o certificado, o secretario de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos citou que o recurso para o Fundo Municipal da Pessoa Idosa é resultado de trabalho em equipe da secretaria. “Temos uma equipe comprometida em atender a todas as áreas sociais de Lages, o recurso destinado ao Fundo da Pessoa Idosa favorece um público que merece atenção especial. Em dezembro de 2017 formalizamos o projeto junto ao Porto, e agora, com essa verba vamos comprar equipamentos para o Centro de Convivência do Idoso”, ressalta.

Com três entidades atendidas pela Lei Rouanet, a cultura lageana também foi favorecida. Dança e música recebem um total de R$101.000,00. Segundo o superintendente da Fundação Cultural de Lages, Giba Ronconi, o Porto de Imbituba premia a quem busca outras fontes de recursos com bons projetos. “Nesse aspecto percebemos a relevância de que as entidades busquem o maior número de possibilidades de garantirem proventos, e nossa cidade está bem representada”, afirma.

Veja lista das entidades lageanas beneficiadas pela SCPar Porto de Imbituba*:

- Orquestra Sinfônica Sol e Coral ALAM: R$ 20.000,00 (Lei Rouanet);
- Orquestra Sinfônica de Lages: R$ 41.000,00 (Lei Rouanet);
- Grupo de Projeção Folclórica Sapateados e Sarandeios: R$ 40.000,00 (Lei Rouanet);
- Escola Leoas da Serra Futsal (2 projetos): R$ 25.000,00 (Lei do esporte);
- Fundo Municipal da Pessoa Idosa de Lages: R$ 25.000,00 (Fundo do Idoso).

*dados fornecidos pela SC Par Porto de Imbituba.



Nenhum comentário