Por oito votos a seis, Câmara de Lages aprova reajuste salarial de 2,07%

O projeto de Lei 002/2018, dispõe a revisão geral anual ao subsídio dos servidores do Poder Legislativo, incluindo inativos e pensionistas, além dos próprios vereadores.

Por LD,
Lages/SC

📷 Votação aconteceu na sessão deliberativa de ontem, terça-feira (6). (Foto: Deise Ribeiro / ASCOM Câmara Lages)

Os vereadores de Lages na sessão deliberativa de ontem, terça-feira (6), aprovaram – por oito votos a seis – o projeto de Lei Nº 002/2018, o qual prevê a revisão geral anual do subsídio dos servidores do Poder Legislativo, incluindo inativos e pensionistas, assim como os próprios vereadores.


Segundo a assessoria da Câmara, a revisão ao vencimento, a fim de preservar o valor aquisitivo da moeda e recompor as perdas ocasionadas pela inflação, teve como base de aplicação o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano de 2017, sendo um percentual de 2,07%, a partir de 1º de janeiro de 2018.

Junto ao 2,07%, os servidores da Câmara perceberam um reajuste de 1,93%, de ganho real. No entanto, tal percentual (1,93%) não se aplica aos vereadores e aos servidores inativos ou pensionistas do Legislativo Municipal.


Votaram a favor da reposição salarial
Votaram contra a reposição salarial
David Moro (PMDB)
Aidamar Hoffer (PSD)
Gerson (PSD)
Bruno Hartmann (PSDB)
Ivanildo Pereira (PR)
Jair Júnior (PSD)
Jean Pierre (PSD)
Lucas Neves (PP)
João Chagas (PSC)
Osni Freitas (PDT)
Maurício Batalha (PPS)
Amarildo Farias (PT)
Pedro Figueiredo (PSD)

Vone Scheuermann (PMDB)


O vereador Thiago Oliveira (PMDB) se ausentou da votação. 

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Colisão traseira faz carro capotar na avenida Dom Pedro II, em Lages; veja vídeo